Cariri Como Eu Vejo

Três suspeitos por crime de homicídio no Ceará são presos em ação conjunta das Polícias Civis do Ceará e de São Paulo

Uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) com apoio da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PCESP), resultou, na manhã desta terça-feira (05), no cumprimento de três mandados de prisão preventiva em desfavor de três homens, de 20, 28 e 37 anos, suspeitos por um crime de homicídio registrado no município do Crato, pertencente à Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19) do Ceará. Os alvos foram localizados e presos em São Paulo.

As investigações policiais apontam que os homens são suspeitos de envolvimento em um crime de homicídio qualificado que vitimou um homem, de 24 anos. O crime foi registrado em agosto de 2022, no município do Crato, no Ceará.

Com o aprofundamento das investigações realizadas pelo Núcleo Avançado de Inteligência da Delegacia Regional de Crato, da PCCE, as equipes policiais identificaram que os suspeitos estavam escondidos em São Paulo. Com as ordens judiciais e com o apoio dos policiais civis de SP, as equipes lograram êxito na localização e na prisão dos três alvos.

Após as capturas, os homens foram conduzidos para uma unidade policial, onde as ordens judiciais foram cumpridas. Agora, eles estão à disposição da Justiça. A PCCE segue com as investigações com a finalidade de localizar e prender outro indivíduo, já identificado, envolvido na ação criminosa.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As informações também podem ser encaminhadas para o telefone (88) 3102-1285, da Delegacia Regional do Crato. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading