Cariri Como Eu Vejo

Teatro Marquise Branca em Juazeiro do Norte Será Reformado para Abrigar Escola Municipal de Arte

Iniciativa visa resgatar espaço histórico e promover educação e cultura na cidade

A Prefeitura de Juazeiro do Norte anunciou nesta segunda-feira, 18 de março de 2024, a assinatura da ordem de serviço para a reforma e adaptação do Teatro Marquise Branca. Fechado desde setembro de 2019, o local será transformado para abrigar a Escola Municipal de Arte, em uma iniciativa que utiliza recursos próprios do município.

O Teatro Marquise Branca, situado no bairro Salesianos às margens da Avenida Padre Cícero, possui uma história que remonta a 1928, quando foi inaugurado como matadouro público durante a administração de Padre Cícero como prefeito da cidade. Desde então, o prédio passou por diversas transformações, servindo como garagem municipal e posteriormente como espaço para a Escola de Arte “Admirável Trupe”.

Em 2003, o espaço foi oficialmente inaugurado como teatro, recebendo o nome artístico da atriz e vedete Pernambuca Albertina Brasileiro, conhecida como Marquise, em reconhecimento ao seu talento para as artes cênicas desde a infância. O Teatro Marquise Branca tornou-se um importante ponto cultural na cidade, caracterizando-se como um teatro de bolso, com capacidade para 57 lugares.

A reforma e adaptação do Teatro Marquise Branca têm como objetivo resgatar este espaço histórico e promover a educação e a cultura na cidade. Com a transformação do local em sede da Escola Municipal de Arte, os estudantes da rede pública de ensino terão acesso a um ambiente propício para o desenvolvimento de suas habilidades artísticas.

O projeto prevê a criação de espaços para oficinas, refeitório, pátio coberto, área de convivência e a inserção de rampa de acessibilidade, visando garantir a inclusão de todos os alunos. A previsão é de que as intervenções tenham duração de 12 meses, com a colaboração das secretarias de Cultura e Educação.

Foto: Cariri das Antigas

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading