Cariri Como Eu Vejo

Revisão no Cadastro Único exclui 1,7 milhão de famílias unipessoais do Bolsa Família

Processo de revisão realizado entre março e dezembro de 2023 identificou inconsistências e levou ao cancelamento de benefícios para famílias compostas por apenas uma pessoa.

Entre março e dezembro de 2023, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome realizou um processo de revisão nos registros do Cadastro Único, resultando na exclusão de 1,7 milhão de famílias unipessoais do grupo de beneficiários do programa Bolsa Família. As famílias unipessoais são compostas por apenas uma pessoa.

De acordo com o Ministério, as retiradas ocorreram após identificação de inconsistências nos cadastros durante a declaração da composição familiar. Ao final de 2022, o programa contava com 5,88 milhões de famílias unipessoais beneficiárias, número que foi reduzido para 4,15 milhões após o processo de revisão.

A explosão de famílias unipessoais foi um dos desafios enfrentados pelo governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao assumir a gestão do Bolsa Família. O processo de averiguação iniciado pelo Ministério visava identificar inconsistências na renda ou na composição familiar declarada no registro, resultando no cancelamento de aproximadamente 3,7 milhões de benefícios.

Atualmente, cerca de 21 milhões de famílias recebem o Bolsa Família, após as medidas de revisão e atualização do Cadastro Único.

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue lendo