Cariri Como Eu Vejo

Quase 50 mil mulheres foram assassinadas no Brasil em 10 anos, diz Atlas da Violência

Os dados do Atlas da Violência, divulgados nesta terça-feira (18), apontam que quase 50 mil mulheres foram assassinadas no Brasil entre 2012 e 2022. Os números apontam que pelo menos 48.289 morreram nesse período. Só em 2022, o número de mulheres mortas foi de 3.806.

O documento ressalta, ainda, que 221.240 mulheres de todas as idades foram vítimas de algum tipo de agressão. A maioria das agressões, 144.285, acontecem no âmbito familiar, se encaixando nos quadros de violência doméstica.

“Os dados do Atlas da Violência nos mostram que as mulheres brasileiras estão expostas à violência do nascimento ao final de suas vidas”, explica Samira Bueno, diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Violência sexual

Meninas de 10 a 14 anos são as maiores vítimas de violência sexual no Brasil. Os dados constam no Atlas da Violência, divulgado nesta terça-feira (18) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Segundo o documento, existe uma “epidemia” de violência sexual contra meninas no país. Em 2022, a violência sexual alcançou 49,6% das meninas nessa faixa etária no país. Os números foram colhidos nos registros do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. Na faixa entre 0 a 9 anos, os casos de violência sexual são de 30,4%.

Fonte: CNN Brasil

Foto: Alvaro Medina Jurado via Getty Images

Compartilhe: