Cariri Como Eu Vejo

Polícia conclui que a própria Jéssica criou fake news sobre conversas com Whindersson

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou os resultados da investigação sobre o trágico caso envolvendo Jéssica Vitória Canedo e o perfil de fofocas Choquei, que resultou no suicídio da jovem. Concluiu-se que Jéssica, após a veiculação de uma fake news envolvendo seu nome e o de Whindersson Nunes, criou e espalhou a fofoca para diversas páginas de redes sociais.

🔍 Detalhes da Investigação: A própria Jéssica criou contas falsas, fez montagens e enviou para os perfis das redes sociais, que, sem verificar a veracidade, repercutiram os prints.

🗣️ Delegacia de Homicídios se Pronuncia: Profissionais da Delegacia de Homicídios da 4ª DRPC/Araguari revelaram em coletiva à imprensa que todas as notícias veiculadas partiram da própria jovem, inclusive o suposto relacionamento com o humorista Whindersson Nunes.

⚠️ Responsabilidade Direta Identificada: A polícia identificou um responsável direto por induzir o suicídio de Jéssica, uma jovem de 18 anos da cidade de Rio das Ostras/RJ, indiciada pelo crime de instigação ao suicídio.

🗣️ Depoimento de Whindersson Nunes: O humorista prestou depoimento negando qualquer envolvimento com Jéssica, que enfrentava um período de forte depressão.

📞 Ajuda Disponível: Em casos de pensamentos suicidas, é fundamental procurar ajuda especializada, como o CVV (Centro de Valorização da Vida) pelo telefone 188, disponível 24 horas por dia, além dos CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) da sua cidade.

⚖️ Conclusão da Polícia Civil: A origem das notícias falsas foi atribuída a Jéssica, que as divulgou em páginas de fofocas através de perfis falsos criados por ela mesma.

🛑 Mensagem Importante: Se você está enfrentando pensamentos suicidas, lembre-se de que há ajuda disponível. Não hesite em procurar apoio e assistência especializada.

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading