Cariri Como Eu Vejo

Planalto é contra manifestação que pede prisão de Bolsonaro

Fontes ligadas ao Planalto revelaram ao Portal IG que membros do governo federal, incluindo líderes políticos, ministros e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), estão firmemente contra a realização de uma manifestação pedindo a prisão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A iniciativa, organizada por institutos e organizações de esquerda, não é vista como benéfica para o atual cenário político do Brasil.

Segundo as fontes, a cúpula do governo federal não apenas é contrária à realização da manifestação, mas também está trabalhando nos bastidores para impedir sua organização. Ministros e o presidente Lula acreditam que não há motivos para protestos neste momento, pois o Brasil está em crescimento, Lula está implementando novos programas e Bolsonaro está perdendo poder gradualmente.

Além disso, Lula e seus aliados argumentam que o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estão agindo dentro da lei e cumprindo o devido processo legal em relação a Bolsonaro, que ainda está sendo investigado e não foi julgado. Lula teme que a realização da manifestação possa fortalecer a narrativa de Bolsonaro como um injustiçado e criar uma disputa política semelhante ao que aconteceu com ele próprio.

Por outro lado, parte da esquerda, incluindo membros do MST e do PT, defende a manifestação como uma forma de pressionar o poder judiciário e mostrar força política. No entanto, se a palavra final for de Lula, o evento provavelmente não será marcado, refletindo a preferência do presidente por resolver questões políticas dentro dos trâmites legais e sem confrontos públicos.

Diante dessa disputa interna, resta aguardar para ver se a manifestação será realizada ou não, mas as fontes indicam que, se depender da orientação de Lula, isso provavelmente não acontecerá.

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading