Cariri Como Eu Vejo

Operação da PF desmantela rede criminosa entre São Paulo, Ceará e Santa Catarina

A operação contra a organização criminosa paulista que migrou para o Ceará resultou em dezenas de prisões e apreensões.

Uma operação conjunta entre os estados de São Paulo, Santa Catarina e Ceará resultou no desmantelamento de uma organização criminosa que havia migrado suas operações do estado paulista para o território cearense. Denominada Operação Primma Migratio, a ação foi coordenada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado, visando desarticular o núcleo gerencial e logístico dessa organização ilícita.

Após dois anos de investigação, evidências apontaram que a cúpula da organização criminosa havia transferido parte de sua estrutura de São Paulo para o Ceará, onde conduzia atividades ilícitas lucrativas, incluindo tráfico de drogas e armas, exploração de jogos de azar como o “Jogo do Bicho”, e lavagem de dinheiro por meio de loterias esportivas administradas pelo grupo.

Estima-se que a organização criminosa movimentou mais de trezentos milhões de reais de forma suspeita nos últimos anos, com parte desses recursos sendo utilizados para corromper servidores públicos. Como resultado da operação, dois policiais militares foram presos por fazerem parte do núcleo logístico da organização, e estão sendo cumpridos 22 mandados de prisão preventiva e 36 de busca e apreensão em diversos endereços nos estados envolvidos, além do sequestro de 42 veículos atribuídos aos investigados.

Os mandados foram expedidos pela Vara de Delitos de Organização Criminosa do Ceará, e um deles foi incluído na difusão vermelha da Interpol devido a uma investigada que recentemente residiu na Argentina. A operação contou com o apoio operacional de unidades especiais da Polícia Militar do Ceará, incluindo o COTAM, BOPE e COTAR.

As cidades cearenses alvos da operação incluem Fortaleza, Iguatu, Sobral, Acaraú, Jucás, Beberibe, Acopiara, Brejo Santo e Juazeiro do Norte.

Compartilhe: