Cariri Como Eu Vejo

OMS aprova vacina oral simplificada contra a cólera

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pré-qualificou uma vacina oral simplificada contra a cólera para tentar conter a doença, que está em expansão. A vacina Euvichol-S é oral, feita com toxina de bactérias inativadas, e tem uma fórmula simples, que deve facilitar a produção em todo o mundo. Além disso, ela será aplicada em dose única em vez de duas doses, como a versão atual.

“A nova pré-qualificação é a terceira de imunizantes contra a cólera. Esperamos que estas autorizações emergenciais permitam um rápido aumento na produção e no fornecimento do imunizante a comunidades que lutam contra surtos e necessitam deles urgentemente”, anunciou o diretor do Departamento de Regulação e Pré-qualificação da OMS, Rogério Gaspar, na sexta-feira (19/4).

Há uma demanda crescente de casos de cólera no mundo, especialmente na África, o que tornou a produção global da vacina insuficiente. Ao menos 30 países reportaram recentemente casos da doença, inclusive o Brasil.

“A nova pré-qualificação é a terceira de imunizantes contra a cólera. Esperamos que estas autorizações emergenciais permitam um rápido aumento na produção e no fornecimento do imunizante a comunidades que lutam contra surtos e necessitam deles urgentemente”, anunciou o diretor do Departamento de Regulação e Pré-qualificação da OMS, Rogério Gaspar, na sexta-feira (19/4).

Há uma demanda crescente de casos de cólera no mundo, especialmente na África, o que tornou a produção global da vacina insuficiente. Ao menos 30 países reportaram recentemente casos da doença, inclusive o Brasil.

Atualmente, 23 países estão notificando surtos de cólera e os impactos mais graves são observados no Congo, na Etiópia e em Moçambique.

A cólera é transmitida pelas bactérias Vibrio cholerae, que são transmitidas em via fecal-oral. Ela leva a diarreias intensas, que podem ser fatais.

Fonte: Metrópoles

Foto: Getty Images

Compartilhe: