Cariri Como Eu Vejo

Neurocirurgião explica a relação entre AVC e demência

Tanto o acidente vascular cerebral (AVC) quanto a demência atingem sobretudo as pessoas mais velhas, especialmente acima dos 65 anos. E, segundo o neurocirurgião e especialista em doenças cerebrovasculares Victor Hugo Espíndola, há uma relação intrínseca entre ambas as condições.

Segundo ele, a relação entre AVC e demência é complexa e multifacetada. Primeiramente, é importante entender que o AVC pode ser um fator de risco significativo para o desenvolvimento de demência, principalmente a demência vascular.

“Isso ocorre porque um AVC pode resultar em danos cerebrais que afetam áreas importantes para a cognição, como o córtex cerebral e as estruturas subcorticais”, afirma.

E, dependendo da localização e da extensão do acidente vascular, as consequências podem variar. “No entanto, é comum observar comprometimento cognitivo subsequente, que pode evoluir para demência ao longo do tempo”, diz o médico.

Além disso, segundo Victor Hugo, há evidências de que pessoas que têm um AVC têm um risco aumentado de desenvolver demência, mesmo que não apresentem sintomas cognitivos imediatos.

“Isso sugere que os processos patológicos que levam ao acidente vascular podem estar relacionados aos mecanismos subjacentes da demência”, enfatiza.

A questão do estilo de vida e o AVC

O médico lembra que um estilo de vida associado ao risco de AVC, como dieta pouco saudável, sedentarismo, tabagismo e hipertensão, também pode aumentar as chances de demência. Isso porque muitos dos fatores de risco para AVC também são fatores de risco para demência.

“Por exemplo, a hipertensão arterial pode danificar os vasos sanguíneos cerebrais, aumentando o risco de AVC e comprometendo o fluxo sanguíneo para o cérebro, o que por sua vez pode contribuir para o desenvolvimento de demência vascular. Da mesma forma, o tabagismo pode levar a danos nos vasos sanguíneos e inflamação sistêmica, que estão implicados no desenvolvimento de ambas as condições”, explica o especialista.

Fonte: Metrópoles

Foto: Pixabay

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading