Cariri Como Eu Vejo

‘Nenhuma mulher quer namorar um cara que é ajudante geral’, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (7), durante agenda no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, que “nenhuma mulher quer namorar um cara que é ajudante geral” e que por causa disso é importante os jovens estudarem.

Na ocasião, o petista anunciou a construção de um Instituto Federal de Educação (IF) na maior comunidade carioca. Ao discursar, ele listou a transformação desigual do mundo do trabalho no Brasil ao longo dos séculos até o período industrial e o trabalho em fábricas. “O Brasil sempre foi um país governado por gente que não tinha apreço pela educação do povo brasileiro, o povo brasileiro não tinha que estudar, tinha que trabalhar”.

“Mas na fábrica, a gente tem que ter uma profissão. Se a gente não tiver profissão, a gente vai virar ajudante geral, e ajudante geral não ganha nada”, frisou. “Nenhuma mulher quer namorar com um cara que mostra a carteira profissional. ‘Qual é a sua profissão? ajudante geral’ Daí a mulher fala: ‘Pô, cara nem profissão você tem…para levar um feijão, uma arroz para casa no final do mês. E as crianças que vão nascer? como é que a gente vai cuidar?’, frisou. Em seguida, se dirigiu aos jovens no evento e endossou. “Então, tem que estudar. Todo mundo tem que estudar”, concluiu.

O petista continuou discursando lembrando que é o caçula de 12 filhos filhos e que a mãe saiu do Nordeste brasileiro para São Paulo e que ele foi o único dos filhos a tirar um diploma técnico. Antes de fazer seu nome no sindicalismo brasileiro e na política, Lula era torneiro mecânico no ABC Paulista.

Por: O Tempo

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue lendo