Cariri Como Eu Vejo

Governo do Ceará expande número de escolas em tempo integral para 512, alcançando 177 mil estudantes

As 29 escolas estaduais que passaram a ofertar tempo integral em 2024 foram apresentadas, nesta quinta-feira (7), em cerimônia no Palácio da Abolição, em Fortaleza. Agora, o Ceará conta com 512 unidades com jornada prolongada, beneficiando 177 mil estudantes. Isso representa 75% da rede. Estão incluídas nesta nova expansão uma Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP), duas Escolas de Ensino Médio e Profissional do Campo (EEMPC) e 26 Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI).

O governador Elmano de Freitas destacou a importância do papel de todos aqueles que fazem a Secretaria da Educação (Seduc) para conseguir todos os resultados positivos vistos no Ceará. “Nós estamos em um evento que é algo central dentro do projeto político que acreditamos: a escola em tempo integral. Temos que pensar em uma escola que entenda a nossa juventude por inteiro. O nosso desejo é que as nossas escolas sejam um ambiente de respeito, algo libertador, mas que prepare para a vida. Isso aqui está acontecendo hoje graças ao trabalho de toda a equipe da Seduc”, disse.

As novas escolas em tempo integral estão distribuídas entre 21 municípios: Fortaleza (7), Aracoiaba, Barroquinha, Camocim, Canindé (2), Caririaçu, Farias Brito,, Frecheirinha, Ipu, Itatira, Jaguaruana, Jaguaribara, Meruoca, Mucambo, Pacajus, Quixelô, Quixeramobim, Senador Sá, Tamboril, Tauá (2) e Tejuçuoca.

Eliana Estrela, titular da Seduc, lembrou um dos objetivos do governador Elmano de Freitas: a universalização das escolas em tempo integral até 2026. “Nós temos uma história de longo tempo em escolas de tempo integral, desde o governador Cid, algo que avançou com Camilo e Izolda, e agora é tratado fortemente com o governador Elmano, que tem o objetivo da universalização para 2026. O tempo integral para nós é muito valoroso. Conseguimos ver os resultados do quanto é importante o aluno ter mais tempo na escola, se dedicando aos estudos, com o auxílio de professores”, comemorou.

Em 2024, estão sendo investidos cerca de R$ 70 milhões na expansão do tempo integral. Este recurso é usado na ampliação, adaptação e aquisição de novos equipamentos, contas públicas, além da alimentação escolar e custos com contratação de terceirizados.

Também estiveram presentes no evento a senadora Augusta Brito; o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão; o reitor da Universidade Estadual do Ceará, Hidelbrando Soares; a secretária da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Sandra Monteiro; a secretária da Juventude, Adelita Monteiro; entre outras autoridades.

Educação transformadora

Aluna do 3º ano do ensino médio da EEMTI Capelão Frei Orlando, no município de Canindé, Ana Beatriz Araújo, apesar de apenas 17 anos, já tem uma certeza na vida: que a educação transforma vidas. “Tenho sete irmãos e infelizmente vi parentes que se perderam com as drogas. Dentro da minha própria realidade, eu vi que a educação transforma vidas. Tenho como projeto de vida ser professora e também transformar vidas”, exaltou.

“Meus pais são agricultores, não concluíram seus estudos, mas sempre me apoiaram a ir para a escola. Sei que a escola em tempo integral é o caminho certo para o futuro. Essa modalidade de ensino nos oferece mais tempo de estudo e mais oportunidades para a vida”, concluiu a estudante.

De olho no mercado de trabalho

Dos 21 municípios agraciados nesta quinta-feira, Farias Brito foi quem recebeu uma EEEP. Para o diretor da escola Antonio Valmir Ribeiro Filho, Cícero Duarte, a escola irá mudar para melhor a dinâmica da cidade. “Neste momento vivenciamos um dia incrível para a nossa cidade, para a nossa região, com mais uma EEEP que vem trazendo oportunidades para nossos jovens. Fico feliz com o tempo integral, algo que vem alavancando incríveis resultados para a nossa educação”, pontuou.

Aluno do 1º ano do ensino médio, Miguel Pereira, 15, já visa o mercado de trabalho. Cursando Administração, o jovem sabe como a qualificação irá mudar seu futuro. “Minha rotina mudou completamente e sou muito feliz. Agradeço essa oportunidade da chegada dessa escola. Na minha chegada à escola, eu precisava escolher um curso e o que eu mais me identifiquei foi o de Administração, onde vejo mais visão para o futuro, se encaixa com o que eu penso e com o que gosto. Além de visar o mercado de trabalho, também fico por dentro das finanças da minha casa e de modo geral. Acho que escolhi um bom curso pensando na minha visão de vida”, explicou.

Foto: Thiago Gaspar

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading