Cariri Como Eu Vejo

FGTS Digital entra em operação nesta sexta-feira (1º); veja como funciona

O FGTS Digital começa a funcionar nesta sexta-feira (1º). A nova plataforma integra diferentes sistemas ligados às obrigações do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Pela plataforma, os empregadores poderão recolher o FGTS usando o Pix como forma de pagamento. Os boletos gerados terão um QR Code para leitura e pagamento direto no aplicativo ou site da instituição financeira do empregador.

Diferente dos boletos tradicionais, a transação via Pix é instantânea. De acordo com o governo, essas mudanças permitidas com a plataforma vão garantir maior agilidade, segurança e simplificação no processo de pagamento.

Além disso, o FGTS Digital terá um sistema próprio para gerenciar procedimentos de restituição e compensação de valores pagos indevidamente.

Outra facilitação promovida pelo novo sistema é a maneira como são recolhidos dados das empresas. A base de dados do FGTS Digital será alimentada pelas informações cadastradas pelos empregadores no eSocial, promovendo também maior transparência.

Com os dados do eSocial, os empregadores poderão gerar guias personalizadas, além de recolher diferentes competências em um único documento, reduzir custos operacionais e agilizar as atividades. Todos os processos serão 100% digitais.

As funcionalidades do FGTS Digital estavam em período de testes desde 19 de agosto de 2023.

Entre os principais benefícios listados pelo governo a serem alcançados com o FGTS Digital estão:

Eliminar burocracias e custos adicionais;

Diminuir os custos operacionais incorridos pelo FGTS;

Reduzir as despesas com tarifas pagas à rede arrecadadora do FGTS;

Digitalizar serviços (agilizar e automatizar procedimentos);

Melhorar os serviços voltados para trabalhador e empregador;

Promover a integração de ambientes e facilitar o acesso e gerenciamento de informações;

Garantir segurança, integridade e confiabilidade aos dados e informações armazenados e processados;

Diminuir a postergação da arrecadação anual do FGTS;

Fornecer informações para direcionamento de ações e tomada de decisões estratégicas;

Melhorar a gestão, controle e transparência dos processos;

Facilitar a comunicação entre Administrados e Administração;

Permitir que os atores relacionados ao recolhimento do FGTS possam ter acesso aos dados e informações necessários para o exercício pleno de suas competências.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading