Cariri Como Eu Vejo

Dia do Consumidor: veja dicas para não cair em golpes na internet

Compras, promoções, descontos e… golpes. No Dia do Consumidor, comemorado nesta sexta-feira (15), muitas pessoas aproveitam para encher o carrinho de compras por um preço menor.

Com cara de Black Friday, as promoções se estendem para os próximos dias. Acontece que os relatos de golpes não são raros nesse período, principalmente quando se trata de compras feitas pela internet.

Para não transformar um momento bom em dor de cabeça, a CNN reuniu uma série de dicas de segurança com especialistas.

Cinco dicas para não cair em golpes ao fazer compras em sites:

O Site Confiável, plataforma gratuita que ajuda consumidores a verificarem se determinados sites são confiáveis ou não, já ajudou mais de 16 milhões de pessoas a evitaram golpes.

Para Alessandro Fontes, co-fundador da plataforma, a tecnologia e o trabalho de educação dos consumidores são as melhores ferramentas para criar um ambiente de compras mais seguro.

“Percebemos que muitas vítimas não se atentam a detalhes básicos que poderiam livrá-las de prejuízos e dores de cabeça”, diz o especialista.

Pensando nisso, o Site Confiável listou cinco dicas para os consumidores nesse período:

Consultar o CNPJ da empresa através do Site Confiável

HTTPS não é sinônimo de segurança

Atenção nas promoções divulgadas em anúncios

Evitar pagamento com Pix; cartões são mais seguros

Cuidado com avaliações falsa

Cinco dicas para não cair em golpes em compras nas redes sociais:

Outro jeito de comprar na internet é pelas redes sociais. De acordo com uma pesquisa realizada pela Spark, empresa de marketing de influência, em parceria com a MindMiners, 73% das pessoas costumam pesquisar mais sobre um produto após ver a recomendação de um influenciador.

O levantamento ainda aponta que dois em cada três consumidores têm o hábito de pesquisar produtos para comprar nas redes sociais.

Além disso, 57% das pessoas costumam buscar por cupons por meio dos influenciadores e 64% das pessoas que seguem influenciadores depositam um alto nível de confiança neles.

A pesquisa foi feita de forma on-line e contou com dois mil participantes de todas as regiões do Brasil.

A possibilidade de comprar através das redes sociais, possibilitou o surgimento de novos golpes, como a venda de produtos por meio de perfis falsos. Por isso, Rafael Coca, co-fundador da Spark, separou cinco dicas para fazer compras mais seguras nesses espaços:

Verificar se o influenciador é verificado pela rede social

Verificar se o influenciador esteve associado as marcas anteriormente

Verificar se nos comentários da página do influenciador há reclamações sobre fraudes

Desconfiar dos perfis que não possuem fotos

Nunca transferir uma quantia em dinheiro que vá diretamente para a conta do influenciador

O que devo fazer se cair em golpe na internet?

O advogado Marco Antonio Araújo Junior, especialista em direito do consumidor, explica que caso a pessoa caia em golpes, é fundamental fazer um boletim de ocorrência para a preservação dos direitos da vítima.

“Tem que fazer uma ocorrência policial, é possível fazer via internet. Se tiver algum prejuízo financeiro, a partir dessa ocorrência, precisa acionar os bancos. Quando a ocorrência for ativada em uma delegacia de polícia, a parte envolvida pode ser chamada para se manifestar”, explica Junior.

Maria Inês Dolci, advogada especialista em defesa do consumidor, também reforça a importância do boletim de ocorrência, mas adiciona mais um caminho para a denúncia: os órgãos de defesa do consumidor.

“Denunciar o crime às autoridades é fundamental para que essas quadrilhas sejam rastreadas”.

Fonte: CNN Brasil

Compartilhe:

Descubra mais sobre Cariri como eu vejo

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading