Will Smith chora ao ganhar primeiro Oscar e fala sobre tapa em Chris Rock

Entretenimento Mundo Notícias

Will Smith, de 53 anos, ganhou neste domingo (27) seu primeiro Oscar. Ele recebeu o prêmio de Melhor Ator por King Richard: Criando Campeãs minutos após subir ao palco para dar um tapa um Chris Rock, que fez uma piada com sua mulher, Jade Smith, por sua alopecia.

Em seu discurso, o ator disse que sua atitude foi por amor à família e às mulheres, e fez referência a Richard Williams, pai de Venus e Serena Williams, a quem Will interpreta no filme.

“Richard Williams era defensor da sua família. Neste momento da minha vida, eu sou tomado pelo que Deus me pede para ser e fazer deste mundo. Ao fazer esse filme, eu pude proteger uma das pessoas mais fortes e delicadas que já pude conhecer. Eu pude proteger as duas atrizes que fizeram os papéis de Venus e Serena Williams. Na minha vida, neste momento, estão pedindo para que eu ame e proteja as pessoas. Para ser um rio para o meu povo, para as minhas pessoas”, começou ele.

Will também se desculpou com a Academia e com os demais artistas por sua atitude contra Chris Rock. Além disso, o ator agradeceu à família Williams pela chance de interpretar o patricarca no cinema.

“Eu sei que para fazer o que nós fazemos você tem que aceitar abusos, pessoas que desrespeitam você, sorrir e fazer de conta que está tudo bem. Denzel [Washington] falou há alguns minutos ‘Esse é o seu maior momento, é aí que o diabo vai te pegar’. Eu quero ser ser o compartimento do amor, agradecer a Venus, Serena e à família Williams por confiar sua história a mim. Quero ser embaixador desse tipo de amor, de cuidado. Quero pedir desculpas aos membros da Academia, aos outros indicados. Este é um momento lindo. Não estou chorando por ganhar um prêmio, é sobre levar a luz a todas as pessoas. A arte imita a vida, eu pareço um pai maluco como realmente falaram, mas amor faz com que você faça coisas doidas. Agradeço em nome de Richard e de toda a família Williams. Espero que a Academia me chame para uma próxima festa”, concluiu.

Revista Quem

Deixe o seu comentário