Vacinação contra a Covid: mais de 143,4 milhões de pessoas estão totalmente imunizadas

Notícias

Os dados do consórcio de veículos de imprensa divulgados às 20h deste sábado (1º) mostram que 143.408.061 pessoas tomaram a segunda dose ou dose única de vacinas e, assim, estão totalmente imunizadas. Este número representa 67,23% da população.

16 estados não divulgaram dados da vacinação.

A dose de reforço foi aplicada em 26.352.545 pessoas, o que corresponde a 12,35% da população.
Um total de 161.236.948 pessoas, o que representa 75,59% da população, tomou ao menos a primeira dose de vacinas.
Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 330.997.554 doses aplicadas desde o começo da vacinação.

Estados com maiores percentuais de vacinados (1ª dose): PI (82,99%), SP (82,08%), SC (78,72%), PR (77,95%), RS (77,66%)

Estados com maiores percentuais de vacinados (2ª dose + dose única): SP (78,48%), PI (74,04%), MS (72,09%), MG (71,68%), RS (69,74%)

O levantamento é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por g1, “O Globo”, “Extra”, “O Estado de S.Paulo”, “Folha de S.Paulo” e UOL. Os dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.

Brasil, 1 de janeiro

Total de pessoas que estão parcialmente imunizadas (que receberam apenas uma das doses necessárias): 161.236.948 (75,59% da população)

Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (que receberam duas doses ou dose única): 143.408.061 (67,23% da população)

Total de doses aplicadas: 330.997.554 (81,24% das doses distribuídas para os estados)

10 estados e o DF divulgaram dados novos: DF, PI, PE, PA, MS, PR, BA, RN, ES, SP e MA

16 estados não divulgaram dados novos: AC, AL, AM, AP, CE, GO, MG, MT, PB, RJ, RO, RR, RS, SC, SE e TO

Total de vacinados, segundo os governos, e o percentual em relação à população do estado:

AC – 1ª dose: 566.240 (62,44%); 2ª dose + dose única: 432.866 (47,73%); dose de reforço: 18411

AL – 1ª dose: 2.346.317 (69,72%); 2ª dose + dose única: 1.821.847 (54,14%); dose de reforço: 182413

AM – 1ª dose: 2.764.437 (64,74%); 2ª dose + dose única: 2.267.004 (53,09%); dose de reforço: 400749

AP – 1ª dose: 507.972 (57,88%); 2ª dose + dose única: 343.535 (39,14%); dose de reforço: 9751

BA – 1ª dose: 10.722.783 (71,56%); 2ª dose + dose única: 9.094.305 (60,69%); dose de reforço: 1367349

CE – 1ª dose: 6.997.490 (75,73%); 2ª dose + dose única: 6.402.359 (69,29%); dose de reforço: 1222813

DF – 1ª dose: 2.306.606 (74,54%); 2ª dose + dose única: 2.135.058 (69%); dose de reforço: 404762

ES – 1ª dose: 3.107.693 (75,64%); 2ª dose + dose única: 2.795.362 (68,04%); dose de reforço: 722635

GO – 1ª dose: 5.235.405 (72,65%); 2ª dose + dose única: 4.215.698 (58,5%); dose de reforço: 481554

MA – 1ª dose: 4.529.916 (63,33%); 2ª dose + dose única: 3.610.704 (50,48%); dose de reforço: 383160

MG – 1ª dose: 16.613.079 (77,59%); 2ª dose + dose única: 15.348.167 (71,68%); dose de reforço: 2755883

MS – 1ª dose: 2.042.025 (71,92%); 2ª dose + dose única: 2.046.862 (72,09%); dose de reforço: 648303

MT – 1ª dose: 2.543.205 (71,29%); 2ª dose + dose única: 2.068.983 (58%); dose de reforço: 178471

PA – 1ª dose: 5.832.011 (66,45%); 2ª dose + dose única: 5.131.662 (58,47%); dose de reforço: 475051

PB – 1ª dose: 3.092.431 (76,17%); 2ª dose + dose única: 2.490.146 (61,34%); dose de reforço: 342135

PE – 1ª dose: 7.283.286 (75,28%); 2ª dose + dose única: 6.274.410 (64,85%); dose de reforço: 1248573

PI – 1ª dose: 2.729.801 (82,99%); 2ª dose + dose única: 2.435.468 (74,04%); dose de reforço: 327013

PR – 1ª dose: 9.039.764 (77,95%); 2ª dose + dose única: 7.929.174 (68,37%); dose de reforço: 967106

RJ – 1ª dose: 13.001.532 (74,45%); 2ª dose + dose única: 10.814.400 (61,93%); dose de reforço: 1788139

RN – 1ª dose: 2.623.180 (73,67%); 2ª dose + dose única: 2.361.159 (66,31%); dose de reforço: 348234

RO – 1ª dose: 1.228.913 (67,7%); 2ª dose + dose única: 1.038.474 (57,21%); dose de reforço: 104654

RR – 1ª dose: 360.832 (55,28%); 2ª dose + dose única: 258.991 (39,68%); dose de reforço: 19623

RS – 1ª dose: 8.904.911 (77,66%); 2ª dose + dose única: 7.997.283 (69,74%); dose de reforço: 1370365

SC – 1ª dose: 5.776.792 (78,72%); 2ª dose + dose única: 5.094.416 (69,42%); dose de reforço: 577890

SE – 1ª dose: 1.736.819 (74,27%); 2ª dose + dose única: 1.556.457 (66,56%); dose de reforço: 217574

SP – 1ª dose: 38.288.584 (82,08%); 2ª dose + dose única: 36.609.783 (78,48%); dose de reforço: 9707942

TO – 1ª dose: 1.054.924 (65,63%); 2ª dose + dose única: 833.488 (51,85%); dose de reforço: 81992

Quantas doses cada estado recebeu até 1 de janeiro

AC: 1.015.363

AL: 5.352.935

AM: 6.704.040

AP: 1.389.050

BA: 27.018.257

CE: 17.318.974

DF: 6.288.117

ES: 8.188.810

GO: 12.753.400

MA: 9.246.191

MG: 39.720.009

MS: 4.921.727

MT: 6.463.887

PA: 13.391.235

PB: 6.720.103

PE: 17.173.240

PI: 5.928.447

PR: 20.905.412

RJ: 26.015.376

RN: 6.610.140

RO: 2.817.558

RR: 1.212.538

RS: 21.604.416

SC: 13.328.618

SE: 3.940.515

SP: 86.328.116

TO: 2.641.295

Consórcio

O consórcio de veículos de imprensa foi formado em junho de 2020, em resposta a uma decisão do presidente Jair Bolsonaro de, na ocasião, restringir acesso a dados sobre a pandemia.

Os boletins informam, atualmente, o número de pessoas mortas por coronavírus, a quantidade de contaminados e a média móvel, indicador segundo o qual é possível verificar em quais estados a pandemia do novo coronavírus está aumentando, diminuindo ou em estabilidade.

Foto: Reprodução / Fonte: G1

Deixe o seu comentário