Região da Ibiapaba no Ceará recebe os maiores volumes de chuvas entre domingo e segunda

Notícias

Choveu em mais de 100 municípios do Ceará das 7h de domingo (20) às 7h desta segunda-feira (21), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Conforme o balanço do órgão, atualizado às 9h50, 1116 cidades tiveram precipitações.

As chuvas fortes registradas no Estado neste fim de semana ocorreram principalmente na Região da Ibiapaba. A cidade de Ipu, na Região da Ibiapaba, teve a maior chuva com 136,4 milímetros. Depois nos municípios de Guaraciaba do Norte (110 milímetros); Reriutaba (102 milímetros) e Nova Russas (76 milímetros).

De acordo com a Funceme, a previsão do tempo para segunda-feira, indica maiores acumulados de chuva na Ibiapaba e no sul do estado, principalmente durante à tarde e à noite. Para terça-feira (22) e quarta-feira (23), de um modo geral, segundo a Funceme, as chuvas tendem a ocorrer em todas as macrorregiões com intensidade variando de fraca a moderada, ocasionalmente forte em áreas do centro-sul (Cariri, sul do Sertão Central e Inhamuns), e da Ibiapaba.

A Funceme afirmou que as chuvas previstas ocorrerão em virtude de áreas de instabilidade oriundas do oceano Atlântico, bem como em razão de efeitos locais, como temperatura, relevo e umidade.

Situação hídrica dos açudes

O Ceará tem 15 açudes com volume acima de 90% e 68 reservatórios com volume inferior a 30%. Os dados são referentes aos 155 reservatórios monitorados da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), com dados atualizados até a manhã desta sexta-feira (18).

De acordo com a Cogerh, apesar dos últimos dias com boas chuvas, o estado só possui nove açudes sangrando até sexta-feira. O açude Gameleira em Itapipoca, no Litoral Oeste, foi o último a atingir 100% da sua capacidade. Segundo a Cogerh, o reservatório sangrou nesta quinta-feira (17). A capacidade do açude é de 52,642 milhões de metros cúbicos.

Mesmo com as chuvas, os maiores açudes do Ceará seguem quase totalmente secos. O Castanhão, maior reservatório do país, tem atualmente 9,19% da sua capacidade e o Orós, segundo maior do estado 23,71%. Já o Banabuiú se encontra com 8,07%.

Foto: Paulinho Guaraná/Arquivo Pessoal / Fonte: G1 CE

Deixe o seu comentário