Pastores evangélicos querem Bolsonaro em atos da “Marcha para Jesus’

Notícias Politica

Pela quarta vez em menos de dois meses, o presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu lideranças evangélicas no Palácio da Alvorada, a residência oficial. Nesta segunda-feira (2), a pauta da reunião foi a participação de Bolsonaro em atos pelo Brasil da “Marcha para Jesus”.

Os pastores evangélicos querem organizar marchas em diferentes datas e capitais do país. Como foi mostrado pela reportagem de O TEMPO, em análise de especialistas, o eleitorado evangélico é um dos mais disputados pelos pré-candidatos à Presidência, e do qual Bolsonaro ainda consegue obter mais apoio.

Entre os convidados desta tarde de segunda-feira estava o deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM), da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara dos Deputados.

Relembre outras reuniões de Bolsonaro com evangélicos no Alvorada
Neste ano, o presidente e a primeira-dama Michelle Bolsonaro receberam lideranças evangélicas no Alvorada em 8 de março. Na ocasião, os religiosos reforçaram o apoio à reeleição de Bolsonaro.

Em 13 de abril, aos pastores evangélicos, Bolsonaro falou pela primeira vez sobre o escândalo da compra de Viagra para as Forças Armadas.

O outro encontro no Alvorada com lideranças evangélicas, desta vez influenciadores, ocorreu em 21 de abril, mesmo dia em que Bolsonaro assinou o perdão ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia anterior.

Deixe o seu comentário