Morte da influencer Liiane Amorim após lipoaspiração completa um ano, e apenas uma audiência foi realizada

Morte da influencer Liliane Amorim após lipoaspiração completa um ano, e apenas uma audiência foi realizada

Notícias Cariri

Um ano após a morte da digital influencer Liliane Amorim, uma única audiência foi realizada no Fórum Desembargador Hermes Parahyba, no município do Crato, a 508 km de Fortaleza, local onde foi realizada a cirurgia. Familiares e amigos de Liliane Amorim cobram por Justiça.

A jovem morreu em 24 de janeiro de 2021, após sofrer complicações de uma lipoaspiração. Liliane tinha 26 anos e ficou internada em um hospital particular de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, por mais de dez dias. Natural de Afogados da Ingazeira, no sertão pernambucano, Liliane reunia quase 100 mil seguidores em perfil sobre moda e beleza no Instagram.

Três processos diferentes tramitam no Fórum da cidade do Crato. Um deles é criminal que corre em segredo de Justiça. O Ministério Público do Ceará (MPCE) é o titular desta ação e pede a condenação do médico Benjamim Alencar por homicídio culposo já que ele foi o responsável pelo procedimento cirúrgico. E outros dois processos civis. O filho da vítima atualmente com sete anos também entrou na Justiça através do pai pedindo indenização ao médico e também para o hospital.

A Justiça já concedeu uma liminar para a criança para que o médico e hospital paguem dois salários mínimos até o final deste julgamento. E o outro processo civil também é de ação reparatória de indenização que também foi colocado na Justiça pelos familiares da Leiliane. No caso, pela mãe e pelas duas irmãs que moram em Pernambuco.

“Nós pedimos a indenização pelos danos morais que foram causados aos familiares. Embora saibamos que nenhum valor possa recompor o sofrimento dos familiares, mas isso vai servir como uma forma de punição Como uma forma de que previna novos acontecimentos desta natureza ocorram”, afirmou o advogado da mãe e das irmãs de Liliane, Sérgio Quezado.

Juazeiro: Seduc anuncia retorno às aulas da Rede Municipal em formato híbrido
Máscaras N95 ou PFF2 passam a ser obrigatórias em estabelecimentos do Ceará a partir desta segunda
SBT é condenado a pagar R$ 500 mil por danos morais a Rachel Sheherazade

Diante das acusações, o jurídico do médico Benjamim Alencar informou em nota que “os procedimentos cirúrgicos foram realizados em um centro hospitalar de referência apropriado para o ato observando. Atendeu rigorosamente todas as exigências regulamentares legais. Além disso todas normas técnicas para a realização do procedimento cirúrgico do pós operatório foram integralmente observadas. Adequada assistência médica foi permanentemente prestada do pré até o pós operatório”.

O Hospital São Raimundo também se pronunciou sobre o caso e disse que já apresentou a defesa em um dos processos e que também está a disposição da Justiça, mas não pode revelar detalhes já que alguns processos tramitam em segredo de Justiça.

‘Sentimento de saudade’

A advogada e amiga e Liliane, Alícia Kamilia, diz que o sentimento é de saudade. “Ela era uma pessoa muito intensa e gostava muito de viver. Era alegre e sorridente. É esse sentimento que hoje eu sinto. Saudade, muita saudade”.

“Não gostava de ficar parada. Sempre procurava algo para fazer. Se divertir principalmente”, disse o engenheiro civil e amigo Henrique Hebert.

Deixe o seu comentário