Menina de 4 anos é encontrada após 18 dias desaparecida na Austrália

Notícias

Uma menina de 4 anos foi encontrada nesta quarta-feira (3) em boas condições de saúde, informou a polícia da Austrália, trazendo alívio ao país, que estavam em vigília desde o desaparecimento da pequena Cleo Smith há 18 dias.

Cleo desapareceu no dia 16 de outubro da barraca onde acampava com sua família, no estado da Austrália Ocidental, desencadeando uma busca frenética por terra, ar e mar que mobilizou mais de 100 agentes.

A polícia australiana chegou a oferecer uma recompensa 1 milhão de dólares australianos por informações que pudessem ajudar a encontrá-la (US$ 750 mil, ou cerca de R$ 4,2 milhões).

Em meio ao temor de que uma tragédia tivesse ocorrido, a menina foi encontrada sozinha em uma casa em Carnarvon, a cerca de 100 km de onde desapareceu, segundo a polícia estadual.

“Um dos agentes a ergueu em seus braços e perguntou: ‘Qual é o seu nome?'”, relatou o subdelegado Col Blanch em um comunicado. “Ela respondeu, ‘Me chamo Cleo'”.

Blanch contou a uma rádio local que viu “detetives experientes chorando de alívio” após Cleo ser encontrada.

Homem detido

A polícia deteve um homem de 36 anos, sem vínculos com a família, após invadir a casa onde Cleo estava durante a madrugada.

A criança foi devolvida aos pais logo depois, e sua mãe, Ellie, expressou seu alívio nas redes sociais. “Nossa família está completa de novo”.

Ellie Smith havia relatado também nas redes sociais a angústia que sentiu quando abriu a barraca e viu que a filha mais velha não estava lá.

A família tinha ido acampar no fim de semana em Blowholes, na cidade de Macleod, a cerca de 900 km ao norte da cidade de Perth.

Os seus pais chegaram a ver Cleo de madrugada, mas, quando acordaram às 6h30, ela havia desaparecido.

Foto: Western Australian Police Force via AFP / Fonte: G1

Deixe o seu comentário