Hemoce é aprovado pela Hemobrás para o fornecimento de plasma para a indústria

Notícias

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), equipamento vinculado à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), recebeu a aprovação da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás) para iniciar o fornecimento de plasma excedente à indústria, figurando entre os seis hemocentros do País aptos ao envio do material. O hemocomponente não utilizado em transfusões será direcionado para a produção de hemoderivados, como albumina, imunoglobulina, fator VIII e fator IX de coagulação.

A autorização veio após auditoria da Hemobrás e Octapharma nos setores que fazem parte do ciclo do sangue: atendimento ao doador, hemovigilância, processamento, laboratórios de qualificação do sangue do doador e de controle de qualidade de hemocomponentes. O sistema de gestão da qualidade também foi avaliado. A auditoria aconteceu entre os dias 16 e 18 de fevereiro deste ano.

“O envio do plasma excedente para a indústria representa um enorme ganho para a população e para o Sistema Único de Saúde (SUS), já que permitirá a produção de hemoderivados, que são tão importantes para o tratamento de vários grupos de pacientes. O Hemoce está fazendo os últimos ajustes necessários para iniciar o fornecimento”, explica Denise Brunetta, diretora de Hemoterapia do Hemoce.

Depois de produzidos, os hemoderivados serão distribuídos aos usuários da rede SUS que necessitam desses medicamentos no tratamento de coagulopatias e outras doenças. O Hemoce distribui aos pacientes os fatores VIII e IX para o tratamento de hemofilia. O plasma que vai para a indústria também será utilizado para a produção desses fatores. A previsão do Hemoce é de que neste mês, ainda, aconteça o primeiro envio.

Fonte: Gov. Estado

Deixe o seu comentário