Governo do Ceará garantirá suporte para que estudantes participem do Enem em janeiro

Notícias

Foi aprovado pela Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (21), o projeto de lei que autoriza o Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), a garantir suporte aos participantes da segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), programada para os dias 9 e 16 de janeiro de 2022. A medida visa beneficiar os estudantes que concluíram o Ensino Médio na rede estadual em 2021 com transporte, material didático, pacotes de dados de internet móvel e alimentação.

“Esta é mais uma ação do Governo do Ceará para garantir que os nossos jovens tenham os meios e instrumentos necessários para que possam fazer o Enem 2021, o qual em decorrência da pandemia da Covid-19, será realizado em janeiro, quando muitos estudantes já terão encerrado a 3 ª série”, destacou o governador Camilo Santana.

A secretária da Educação, Eliana Estrela, também reconheceu a importância dessa medida para garantir a participação dos estudantes da rede pública estadual no Enem. “Esta iniciativa do Governo do Ceará é mais um incentivo para que todos possam fazer as provas com tranquilidade e, assim, ingressar no ensino superior”, afirmou.

A edição 2021 do Enem é constituída de duas aplicações. A primeira aconteceu nos dias 21 e 28 de novembro de 2021. Já a segunda, que será realizada em janeiro de 2022, é destinada aos interessados em participar do exame que conseguiram isenção da avaliação em 2020, mas não compareceram aos dias de provas devido ao contexto de pandemia.

Pagamento da Inscrição

Neste ano, o Governo do Ceará também concedeu o pagamento da taxa de inscrição do Enem a alunos e egressos da rede pública estadual que tiveram o pedido de isenção negado pelo Governo Federal. A medida representou alívio financeiro a cerca de 4 mil estudantes e suas famílias, que teriam de desembolsar R$ 85 para garantir a participação no Exame.

Dia D

Para garantir a participação dos alunos da rede pública estadual nos dois dias de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), todos os anos a Secretaria da Educação viabiliza a logística e o apoio necessário aos jovens. Ao todo, 98 mil estudantes serão beneficiados com a ação na primeira aplicação do Enem 2021.

No interior do Estado, a Seduc mantém parceria com as prefeituras municipais para a disponibilização de ônibus e motoristas, que levam as turmas até os polos de aplicação. Na Capital, são inseridos créditos nas carteiras estudantis dos alunos. Os que não possuem o documento recebem cartões denominados “passaporte Enem”, que contém o valor necessário para uso nos dois dias. Somente em Fortaleza e Região Metropolitana, foram 30 mil alunos atendidos.

Foto: Helene Santos

Deixe o seu comentário