Escola de Educação Infantil, no Cariri, tem metodologia inspirada na Pedagogia Waldorf

Escola de Educação Infantil, no Cariri, tem metodologia inspirada na Pedagogia Waldorf

Notícias Cariri Juazeiro do Norte

“Para a Pedagogia Waldorf, os sete primeiros anos são muito importantes. Nesta fase, a criança toma posse do seu corpo e aprende, por imitação e brincando, a conhecer o mundo através dos sentidos e adquirir os hábitos e os impulsos que levará ao longo de toda sua vida”, explica uma das gestoras da escola

Fim do Ano chegando e agora uma preocupação das famílias é a de matricular os filhos em uma instituição de ensino. Decidir qual escola seu filho ou filha vai estudar no próximo ano é uma tarefa que requer muitos critérios e cuidados. Entre os principais, está a qualidade do ensino, o espaço físico, a metodologia e a qualificação dos professores.

A maioria das escolas brasileiras tem como metodologia o ensino tradicional focado no preparo para o vestibular, mas existem outros métodos que buscam o desenvolvimento integral da criança, que valorizam o brincar livre, o contato com a natureza, que trabalhe ao mesmo tempo, as habilidades sociais, motoras, cognitivas e emocionais das crianças, como é o caso da Pedagogia Waldorf.

Esse tipo de metodologia parte de uma visão antropológica, que vê o homem como um conjunto harmônico que abrange três dimensões: físico, anímico e espiritual.

“O fato de a criança não ser exigida a cultivar um pensar abstrato, intelectual, muito cedo é uma das características marcantes da Pedagogia Waldorf em relação a outros métodos de ensino. Não é recomendado, por exemplo, que as crianças sejam ensinadas a ler antes de entrar no 1º ano”, explica uma das gestoras da escola, Samara.

Em 2019, a Pedagogia Waldorf completou 100 anos de existência no mundo, e 63 anos no Brasil. Em 2020 chegou à Juazeiro do Norte, com o Jardim Lírio do Vento, buscando uma roupagem própria.

“No Jardim Lírio do Vento, as crianças não usam farda! Como trabalhar a individualidade exigindo que todas vistam-se iguais? Além disso, a sala do Jardim oferece ambiente aconchegante, reproduzindo o ambiente familiar, com irmãos de idades diferenciadas, onde os mais velhos ajudam as professoras nas tarefas do dia a dia e no cuidado com os mais novos. Tem como entorno educativo o Roda Semear, em que acontecem aulas de Capoeira Angola, Yoga, atividades que envolvem o Parto Natural, feira de agroecológicos e Restaurante com Alimentação Vegana”, conta um dos gestores da escola, Paulo.

No Jardim Lírio do Vento, assim como em toda educação infantil da Pedagogia Waldorf, as crianças vivenciam algo fundamental que é a repetição. Através do ritmo constante das atividades e da guiança dos adultos à sua volta, a criança sente segurança e confiança.
“No ritmo diário, temos a atividade artística do dia, o brincar livre, preparação do lanche, roda rítmica e história. As atividades artísticas como pinturas, desenhos e trabalhos manuais propiciam ludicamente o desenvolvimento da motricidade fina. Os contos de fadas, rodas de épocas e festas anuais alimentam a fantasia da criança e fortalecem os vínculos com o grupo e os adultos ao redor. Os brinquedos utilizados são de materiais naturais, já que irão influenciar a formação dos órgãos dos sentidos e, indiretamente, despertar o amor e o respeito pela natureza”, explica Paulo.

A alimentação é outra prioridade no Jardim Lírio do Vento, onde os lanches são saudáveis, de preferência sem nada de origem animal.
“O lanche, preparado na sala pela professora e com a participação dos alunos, oferece alimentos naturais, integrais e preferencialmente isentos de agrotóxicos”, Samara complementa.

Assessoria Commonike

Deixe o seu comentário