Crato dá início a 1ª Semana Municipal de combate à LGBTfobia neste sábado, 20

Crato

A LGBTfobia é toda e qualquer conduta “homofóbica ou transfóbica, real ou suposta, que envolva aversão odiosa à orientação sexual ou à identidade de gênero de alguém, por traduzirem expressões de racismo, compreendido em sua dimensão social”. Infelizmente, essa prática cresce a cada ano em todo o mundo, não seria diferente no Cariri. Uma pesquisa inédita, baseada em dados do Sistema Único de Saúde, realizada pela Fundação Osvaldo Cruz, mostra que a cada uma hora um LGBT é agredido no Brasil.

Diante de todos os fatos, é urgente que as gestões e a sociedade civil ajam de forma mais enérgica para combater a LGBTfobia. O município do Crato realizará de 20 a 24 de novembro, a sua a 1ª Semana Municipal de combate à LGBTfobia, uma realização da Prefeitura de Crato, com apoio da Secretaria de Proteção Social – Governo do Ceará, Associação Caririense pela Diversidade e Inclusão (ACEDI) e Associação de Defesa, Apoio e Cidadania dos Homossexuais do Crato (ADACHO).

Programação

No domingo, 21, será realizado o Projeto de Intervenção Urbana, com a pintura da Faixa de Pedestres da Rua Dr. João Pessoa, em frente a Praça Siqueira Campos, nas cores da bandeira do movimento LGBT+.

Na segunda-feira, 22, será realizado o evento Assistência Social é de Todes: Capacitação sobre Educação em Direitos Humanos para a Promoção da Cidadania da População LGBT+, no auditório do Geopark Araripe, das 9h às 17h.

No dia 23, o município do Crato receberá uma visita técnica da Comissão dos Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, de 13h às 17h. E a noite, a partir das 19h, será realizada na live LGBTFOBIA x Racismo uma violência coletiva, pelas redes sociais da Prefeitura do Crato.

Para encerrar a programação, será conferida a Comenda Edival Carvalho, para aqueles que têm trabalhos relevantes em defesa dos direitos da população LGBT+. O evento acontece na Praça Siqueira Campos, também às 19h.

Deixe o seu comentário