Contra-ataques ucranianos permitem recuperar terreno em Kharkiv e Mariupol

Mundo Notícias

A Ucrânia conseguiu recuperar terreno perto das cidades de Kharkiv e de Mariupol. De acordo com as administrações regionais procuradas pela CNN, contra-ataques permitiram reconquistar as localidades de Vilkhivka, a 20 quilômetros de Kharkiv, e de Poltavka e Malynivka, a cerca de 100 quilômetros de Mariupol.

Um vídeo geolocalizado e verificado pela CNN confirma a presença ucraniana em Vilkhivka, que fica a 32 quilômetros da fronteira da Rússia e era uma das vilas conquistadas pelas forças de Vladimir Putin em torno da segunda maior cidade da Ucrânia.
O administrador regional de Kharkiv, Oleg Synegubov, disse ainda que outras vilas foram reconquistadas, mas de modo que a cidade continua fortemente cercada pelas forças russas.

Um vídeo publicado no Telegram mostra combates intensos na região, sendo que as forças ucranianas contaram com a presença do Batalhão Azov, um grupo que começou sendo formado por nacionalistas, mas que já foi absorvido pelo exército. É a este grupo que a Rússia se refere quando fala nos neonazistas ucranianos, afirmando que um dos objetivos da invasão ao país vizinho passa por “libertar” a Ucrânia daquela ideologia.

O mesmo vídeo mostra o avanço das tropas ucranianas sobre os russos, que acabaram por se abrigar perto de uma escola em Vilkhivka.
O soldado que divulgou as imagens afirma ainda que 70 militares russos foram mortos, mas a CNN não conseguiu confirmar essa informação. É citada também a captura de 27 soldados russos.
Mais ao sul, perto da arrasada cidade de Mariupol, os ucranianos conseguiram recapturar duas vilas, anunciou a administração militar da região de Zaporizhzhia.

“O Batalhão de Defesa Territorial de Melitopol, em conjunto com outras unidades das Forças de Defesa de Zaporizhzhia, conseguiu libertar as vilas de Poltavka e Malynivka, a este de Huliaipole”, disseram os responsáveis, em declarações feitas a partir do Telegram.

Os sucessos de Kharkiv e Mariupol estendem-se a Sumy, onde as tropas ucranianas também recuperaram algumas localidades. Vídeos verificados pela CNN dão conta de que também ali foram realizados contra-ataques.

Foto: Stringer/Anadolu Agency via Getty Images / Fonte: CNN Brasil

Deixe o seu comentário