Chuvas: Minas Gerais tem 63 cidades em situação de emergência

Chuvas: Minas Gerais tem 63 cidades em situação de emergência

Notícias

As fortes chuvas que atingem Minas Gerais fez o número de cidades em situação de emergência chegar a 63. O dado foi atualizado na noite desta quarta-feira (29). No começo do dia, o Boletim da Defesa Civil estadual apontava 36 municípios.

A relação pode aumentar ainda mais, pois 10 cidades decretaram situação de emergência, mas aguardam a análise e reconhecimento por parte dos governos estadual e federal.

Chuvas: Governo federal libera R$ 200 milhões para reconstrução de estradas

O governador Romeu Zema (Novo) acompanhou as operações do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil em municípios no Norte de Minas. Na parte da tarde, o gestor concedeu entrevista coletiva em Salinas e disse ter ficado “satisfeito” pela ausência de chuva naquele momento.

Kalil se diz preocupado com período de chuvas em BH

“É a primeira cidade que visito e não está chovendo. O rio já recuou e nós esperamos que este processo continue para que a operação de resgate possa ser continuada com o melhor planejamento”, afirmou.

Zema destacou que o governo tem tomado “todas as providências possíveis” para minimizar os impactos das chuvas.

Já são 2.401 pessoas desabrigadas

De acordo com a Defesa Civil de Minas Gerais, 2.401 pessoas estão desabrigadas e 10.200 desalojadas. O número de feridos está em 50 e há um enfermo. O maior dado é de “outros afetados”: 27.426.

Seis pessoas morreram desde o início do período chuvoso. Os óbitos foram registrados nas seguintes cidades: Uberaba, Coronel Fabriciano, Nova Serrana, Engenheiro Caldas, Pescador e Montes Claros.

O governador ainda anunciou que a Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) doou cestas básicas. “Tive a notícia e quero agradecer a Fiemg que vai disponibilizar 10 mil cestas básicas para atender pessoas afetadas”.

Veja isso: Governo libera verba de R$ 200 milhões para reconstruções na Bahia

 

Deixe o seu comentário