Ambulante troca venda de água por máscaras e álcool em gel para estudantes do Enem 2020

Cariri

Acostumado a vender água, chocolate e caneta desde a primeira edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ocorrido em 1998, o ambulante Maurilo Silva Lima, 57 anos, decidiu trocar a venda de água, chocolate e caneta por kit de proteção da Covid-19, com álcool em gel e máscaras. Na frente do Colégio Estadual Liceu do Ceará, aguarda a chegada dos estudantes para a realização do primeiro dia de prova neste domingo (17). 

Conforme explica, ele e a esposa trabalham com as vendas. “Sempre estou aqui nos eventos”. Por conta da movimentação de professores e estudantes para o adiamento do Enem 2020, estava acompanhando as notícias e se preparando para o caso de não ocorrer o exame. Sem o cancelamento, veio cedo para o local de prova, tendo apenas o receio pelos risco de contaminação do coronavírus.

“Tivemos muito receio e temos que ter precaução, temos que manter distância das pessoas”, explica. 

Os portões dos locais de prova do Enem 2020 abrem às 11h30min e fecham às 13 horas. Com previsão de início às 13h30min e término às 19 horas, a prova deste domingo exige dos inscritos conhecimentos em Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, e Redação.

Ao todo, o Ceará contabiliza 322.581 candidatos confirmados na edição, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), organizador da prova. O perfil predominante de candidatos ao Ensino Superior no Estado é de mulheres (55,8%), pessoas pardas (65,8%), com o Ensino Médio concluído (51,5%) e na faixa etária entre 16 e 20 anos (57%).  

Prevenção

Durante a realização da prova, seja no local de entrada ou na sala de aula, os candidatos ao Enem devem, obrigatoriamente, usar máscara, com o item de proteção cobrindo o nariz e a boca. Só será possível retirar a máscara no momento de identificação dos participantes e para comer e beber. 

É importante lembrar ainda de, na retirada, não tocar na parte frontal da máscara e, depois, higienizar as mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo fiscal que aplica a prova.

Quem estiver com covid-19 ou sintomas da doença, bem como de outras infectocontagiosas, não devem prestar o exame agora. A situação deve ser informada ao Inep. A reaplicação do exame nos casos que se enquadrarem nesse perfil será nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Foto: Natali Carvalho

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe o seu comentário