Alemanha anuncia lockdown nacional para não vacinados

Notícias

A Alemanha anunciou nesta quinta-feira (2) um lockdown nacional para não vacinados contra a Covid-19 devido ao grande número de mortos. Líderes do país apoiaram também os planos de vacinação obrigatória nos próximos meses.

Pessoas não vacinadas serão proibidas de acessar todos negócios e estabelecimentos – exceto os mais essenciais – como supermercados e farmácias, para conter a disseminação do coronavírus.

A decisão foi tomada em uma reunião entre o governo federal e as administrações estaduais, a última presidida por Angela Merkel, que no próximo dia 8 passará o bastão para o líder social-democrata e atual vice-chanceler alemão, Olaf Scholz.

A Alemanha vai estender o sistema conhecido como 2G, que permite acesso a locais de lazer apenas para vacinados ou recém-curados para todo o território nacional. “Locais de cultura e lazer ficarão abertos apenas para vacinados ou curados“, disse Merkel, acrescentando que a regra também valerá para o comércio não essencial. “A situação do nosso país é grave“, explicou a chanceler, que classificou a nova medida como um “ato de solidariedade nacional“.

O Parlamento vai debater uma lei para tornar obrigatória a vacinação contra o novo coronavírus, medida já anunciada pela vizinha Áustria e que é defendida por Scholz.

Em suas redes sociais Angela Merkel deixou um registro da reunião realizada

”Que medidas podem ser tomadas para reduzir o número de novas infecções por corona e a carga sobre os hospitais e unidades de terapia intensiva? A chanceler Merkel está discutindo isso com o vice-chanceler Scholz e os ministros presidentes dos estados federais”

Deixe o seu comentário