Mulheres cratenses são convidadas para o autocuidado e prevenção ao câncer de mama

Um simples toque pode salvar sua vida! É assim que a Prefeitura do Crato, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e suas Unidades de Saúde, vem sensibilizando as mulheres cratenses sobre a importância do autocuidado e da prevenção do câncer de mama. A campanha Outubro Rosa já iniciou e acolhe mulheres de todas as idades, durante uma programação diversificada que será realizada durante todo este mês. As USFs também vão realizar ações para a população LGBTQIA+.

O objetivo é fortalecer o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. A campanha enfatiza a importância de conhecer as mamas e ficar atenta às alterações suspeitas. Para as mulheres entre 50 e 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos, ofertada gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Dados sobre a doença

De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo. Cerca de 2,3 milhões de casos novos foram estimados para o ano de 2020 em todo o mundo, o que representa cerca de 24,5% de todos os tipos de neoplasias diagnosticadas nas mulheres.

Para o Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de câncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres. O câncer de mama também ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no Brasil, com taxa de mortalidade ajustada por idade, pela população mundial, para 2019, de 14,23/100 mil. As maiores taxas de incidência e de mortalidade estão nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Os principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

De acordo com os dados divulgados na pesquisa Número de casos e gastos com câncer de mama no Brasil atribuíveis à alimentação inadequada, excesso de peso e inatividade física, elaborada pela Coordenação de Prevenção e Vigilância (Conprev) do INCA, cerca de 13% dos casos de câncer de mama em 2020 no Brasil (aproximadamente, 8 mil ocorrências) poderiam ser evitados pela redução de fatores de risco relacionados ao estilo de vida, em especial, da inatividade física.

Como o câncer de mama não é uma doença totalmente prevenível, em geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e no estímulo aos fatores protetores, especificamente aqueles que podem ser mudados com a adoção de hábitos saudáveis:

– praticar uma atividade física;

– alimentar-se de forma saudável;

– manter o peso corporal adequado;

– evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

– amamentar;

– evitar o uso de hormônios sintéticos (anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal).

A SMS convida as cratenses a participarem desse movimento em favor da vida. Basta procurar a Unidade de Saúde da Família mais próxima e saber qual a programação.

Foto: Pixabay / Fonte: Ascom Crato

Comentarios

Deixe o seu comentário