Cearense está entre os mortos em acidente com ônibus que caiu em ribanceira em São Paulo

_________

O pedreiro cearense Cícero Rubismar da Silva, 42 anos, é um dos mortos no acidente com um ônibus de turismo, que caiu em uma ribanceira na Rodovia Washington Luís (SP-310), na cidade de Rio Claro, no interior de São Paulo, na tarde deste domingo (18). Além de Cícero, duas mulheres também faleceram e pelo menos 37 pessoas ficaram feridas.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Conforme Michele Silva, irmã da vítima, Cícero é natural da cidade de Icó, a 358 km de Fortaleza, e viajava com destino ao município para visitar os parentes. Ela afirma que o corpo do irmão foi reconhecido pela sobrinha, na manhã desta segunda-feira (19).

“Ele morava em Jundiaí. Viveu a vida inteira em São Paulo. Ela ia e vinha, ia e vinha e estava vindo para visitar a família dele”, disse Michele.

Cicero era casado e deixa dois filhos. A família pretende trazer o corpo dele para ser velado em Icó e pede ajuda para custear o traslado do corpo, que custa R$ 5.800, segundo a irmã. “A gente é uma família pobre e não tem condições”, afirma Michele.

O ônibus saiu de São Paulo às 7h com destino ao Ceará. O veículo foi pegando passageiros durante o caminho e dez pessoas embarcaram em Rio Claro. Durante o percurso, o ônibus saiu da rodovia para o canteiro lateral e capotou na ribanceira.

A Polícia Civil vai ouvir motorista e passageiros para entender o que aconteceu no momento do acidente. O veículo vai passar por uma nova perícia.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, as outras duas pessoas que morreram são Rosa Caetano Nelo e Lucilene Maria de Oliveira. O caso é investigado pela Delegacia Seccional de Limeira.
Ainda conforme a pasta, os laudos para determinar as causas do acidente estão em andamento.

Suspeita de problema mecânico

Conforme a Polícia Rodoviária, a suspeita é que um problema mecânico possa ter causado a capotagem. O veículo e os pneus traseiros estavam em mau estado de conservação, segundo a polícia.

Segundo o tenente da Polícia Rodoviária, Aaron Emanuel Baronetto Caetano, em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, a perícia ainda está sendo feita para determinar as causas do acidente. “Aparentemente pode ter sido um problema mecânico no veículo que, após a curva, não conseguiu desvirar e veio causar o tombamento”, explicou.

Má conservação de pneus e veículo

O tenente afirmou que a polícia ainda está levantando a documentação do veículo, que partiu da capital paulista com destino ao Ceará.

“Os pneus traseiros, os pneumáticos, estão fora da validade. Além disso estão fora do TWI (Tread Wear Indicator), que é aquela é a peça de segurança que identifica a qualidade dos pneus. Estão em mau estado de conservação. O ônibus também apresenta mau estado de conservação”, disse Caetano.

A Polícia Rodoviária está fazendo levantamento do registro do veículo junto à Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP). O G1 também entrou em contato com a ANTP e aguarda posicionamento. A reportagem não conseguiu contato com a empresa responsável pelo ônibus.

Acidente

A queda do ônibus de turismo em uma ribanceira de cerca de 10 metros aconteceu por volta de 12h30, no km 184, sentido interior.
Por motivos ainda desconhecidos, o ônibus saiu da rodovia para o canteiro lateral e capotou na ribanceira.

A posição do veículo atrapalhou o trabalho de resgate na remoção dos passageiros. Um trator, emprestado por uma indústria de cerâmica, e um guincho tentaram retirar o ônibus da vala, mas não deu certo. O trabalho foi concluído após cinco horas. Segundo a Polícia Rodoviária, o ônibus deve ser retirado do local do acidente nesta manhã.

Foto: Arquivo pessoal

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal G1 CE

Comentarios

Comente