Estátua de Padre Cícero é liberada para visitação em Juazeiro do Norte

_________

A Colina do Horto onde está localizada a estátua de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte, foi reaberta para visitação neste sábado (3).

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

O monumento que recebe fiéis de vários estados e que estava fechado para evitar aglomeração durante o isolamento social rígido na. O horário de visitação é de 7h às 17h.

Para manter a segurança e evitar o contágio da Covid-19, os visitantes devem usar máscara e manter o distanciamento social. No local, foram instalados totens contendo álcool em gel para higienização das mãos.

História

A construção da estátua aconteceu por um acaso. Em 1967, ano em que assumiu a Prefeitura de Juazeiro do Norte, o médico Mauro Sampaio mandou derrubar o chamado “pé de tambor”, uma árvore de Timbaúba, para construir uma antena de televisão. Porém, os devotos do Padre Cícero ficaram revoltados, pois, segundo a tradição oral, a árvore era um dos locais de meditação e refúgio do sacerdote.

Antes disso, no final do século XIX, já com suas ordens religiosas suspensas após o “Milagre da Hóstia” – controverso evento em que, ao dar eucaristia a uma fiel, o pão consagrado por Padre Cícero teria se transformado em sangue na boca da beata -, o aclamado santo popular já frequentava a Colina do Horto, antigamente chamada de “Serra do Catolé”. Lá, fazia seu retiro espiritual e iniciou a construção de uma igreja para Bom Jesus do Horto.

O projeto foi abandonado em 1904 por ordens da Diocese de Fortaleza. A edificação, de forma natural, foi ruindo até ser demolida no final da década de 1930. “Então, já havia sido profanado outro símbolo de fé”, conta a historiadora e pesquisadora Amanda Teixeira.

Foto: Gustavo Pellizzon/SVM

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal G1 CE

Comentarios

Deixe o seu comentário