Ex-piloto André Ribeiro morre aos 55 anos vítima de câncer no intestino

_________

O piloto brasileiro André Ribeiro morreu aos 55 anos nesse sábado (22), em decorrência de um câncer de intestino. Ele deixa três filhas e uma carreira de êxito no automobilismo nacional. Segundo informações preliminares, o esportista manteve a doença em sigilo até de pessoas mais próximas e alguns familiares.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Nas pistas, ele fez história na Fórmula Indy, uma das principais competições dos Estados Unidos. Ele chegou ao país em 1994 para disputar a Indy Lights e passou para a elite apenas no ano seguinte.

Enquanto esteve nos EUA, viveu seu melhor momento no esporte, sobretudo ao vencer três corridas: New England 200 (1995), Rio 400 e Michingan 500 (1996). Além de ser a estreia do país recebendo uma etapa da Indy, foi a primeira vitória de um brasileiro em uma categoria de ponta desde a morte de Ayrton Senna.

De piloto a empresário

Nos anos seguintes, passou pela Penske, uma das mais tradicionais equipes da Indy, mas não obteve bons resultados. Ficou apenas na 22ª posição e anunciou a aposentadoria aos 31 anos no final de 1998.

Após se retirar das pistas, André Ribeiro virou empresário. Ele se associou a Roger Penske, dono da equipes da Indy, e abriu concessionárias no Brasil com bandeiras Honda, Lexus, Toyota e Chevrolet.

Além disso, foi sócio de Pedro Paulo Diniz na organização do Renault Speed Show no início dos anos 2000. Em seguida, agenciou a carreira de Bia Figueiredo.

Foto: Ricardo Mello / Agência O Globo

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Diário do Nordeste

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Comentarios

Comente