Vacinas de Oxford e Pfizer são eficazes em variante indiana, diz estudo

_________

Um estudo do governo do Reino Unido sugere que duas doses das vacinas de Oxford/Astrazeneca e da Pfizer contra a Covid-19 têm forte proteção também quando a infecção se dá pela variante do coronavírus identificada pela primeira vez na Índia, segundo o jornal Financial Times.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Duas doses de vacina forneceram 81 por cento de proteção contra a variante B.1.617.2 encontrada na Índia, e 87 por cento contra a cepa B.1.1.7 identificada pela primeira vez no sudeste da Inglaterra. Mas, de acordo com o jornal, apenas uma dose das vacinas oferecem 33% de proteção contra infecção sintomática de B.1.617.2, e 51% contra B.1.1.7.

Variante no Brasil

A Secretaria de Saúde do Maranhão confirmou nesta quinta-feira que os tripulantes do navio MV Shandong da Zhi, diagnosticados com Covid-19, tem a variante indiana do coronavírus.
O navio, que navega com bandeira de Hong Kong, mas tem vários tripulantes indianos inclusive o homem internado em São Luiz, saiu da África do Sul no dia 21 de abril e chegou ao Maranhão no dia 8 de maio. O navio está ancorado na área de fundeio do porto de São Luiz, foi colocado em quarentena e não recebeu autorização para atracar.

Foto: SeongJoon Cho/Bloomberg

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Exame

Comentarios

Comente