Maioria dos prefeitos decidem por não adotar lockdown no Cariri

_________

Uma reunião entre prefeitos das cidades do Cariri e o Governo do Estado ocorre desde a tarde desta terça-feira (9) para falar sobre a adesão ou não ao lockdown. Até o momento, a decisão da maioria se encaminha para que não se adote a medida de fechamento total. Participam da reunião gestores de 32 municípios e o placar é de 10 favoráveis e 17 contrários.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Segundo informações preliminares, são a favor do lockdown os gestores dos municípios de Mauriti, Penaforte, Brejo Santo, Crato, Milagres, Mombaça, Assaré, Barbalha, Barro, Altaneira e Mauriti. Votam contra os prefeitos de Iguatu, Nova Olinda, Jardim, Várzea Alegre, Missão Velha, Santana do Cariri, Icó, Campos Sales, Lavras da Mangabeira, Cedro, Tarrafas, Juazeiro do Norte, Aurora, Jati, Caririaçu, Milagres, Granjeiro, Caririaçu e Farias Brito.

A decisão está sendo feita em conjunto, mas os gestores ainda podem adotar, cada um em seu município, as medidas que julgarem necessárias para conter a propagação do vírus, de acordo com a orientação do órgão de saúde estadual.

Situação epidemiológica

Na noite desta segunda-feira (8), após reunião, os prefeitos das cidades de Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte e Brejo Santo cogitavam o lockdown para os próximos dias, por causa do agravamento na situação epidemiológica da região.

Neste fim de semana, houve a confirmação da presença da nova variante do coronavírus no Cariri. Este fator, somado ao aumento taxa de contaminação e a ocupação dos leitos clínicos e de UTIs nos principais municípios, colocaram as medidas mais restritivas em pauta novamente.

Pelo menos três municípios caririenses identificaram a nova variante, que é mais contagiosa. Segundo informações da Secretaria da Saúde do Crato, no momento, 100% dos leitos das UTIs no Cariri estão ocupados, com uma fila de 19 pessoas aguardando vaga.

Pronunciamento

Nas redes sociais, o prefeito de Nova Olinda, Ítalo Brito, que também é médico, explicou os motivos para a cidade não aderir ao lockdown, pedido para a população respeita as normas já vigentes.

📸 Anderson Duarte/Prefeitura de Juazeiro do Norte

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal Badalo/ Por Lícia Maia

Comentarios

Comente