Pfizer entregará ao Brasil 14 milhões de doses até junho, diz assessor de Pazuello

_________

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e o assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Cascavel, anunciaram, nesta segunda-feira (8), que o Brasil receberá 14 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Pfizer e pela BioNTech. As informações são do R7.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

O comunicado foi feito enquanto o presidente Jair Bolsonaro e ministros estavam reunidos por videoconferência com o diretor-executivo global da Pfizer, Albert Bourla.

O governo brasileiro caminha para um contrato de 100 milhões de doses da vacina da Pfizer para este ano, mas a grande maioria estava prevista para o segundo semestre.

Cascavel afirmou que a empresa se comprometeu a antecipar 5 milhões de vacinas que seriam entregues a partir de julho.
“Nós tínhamos uma previsão da Pfizer de 99 milhões de vacinas neste ano: 2 milhões em maio, 7 milhões em junho e 10 milhões [por mês] até o início do último trimestre, onde estão 60 milhões. O que o presidente da Pfizer garantiu ao presidente Bolsonaro hoje? Antecipação de 5 milhões do segundo semestre para maio e junho. Ou seja, dos 9 milhões que nós tínhamos previstos, se incorporarão mais 5 milhões, passando para 14 milhões em maio.”
A vacina Pfizer/BioNTech é a única até o momento com registro sanitário (definitivo) concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Portanto, já pode ser importada.

A negociação com a Pfizer, que havia começado em agosto, destravou na última semana após o Congresso aprovar uma emenda a um projeto de lei que permitia ao governo federal atender às exigências contratuais impostas pela farmacêutica.

📸 Brendan Smialowski/AFP

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Folhape

Comentarios

Comente