Mãe de Bolsonaro recebe 2ª dose da vacina Coronavac

_________

A mãe do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Olinda Bolsonaro, 93, recebeu na manhã desta segunda (8) a segunda dose da Coronavac, vacina contra o coronavírus, em Eldorado, no interior de São Paulo.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Segundo a prefeitura, Olinda foi vacinada em casa por uma equipe de saúde do município. Ela recebeu a primeira dose da Coronavac em 12 de fevereiro e, após 24 dias, recebeu a segunda dose às 10h30 desta segunda.
A Coronavac foi desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ligada ao governo João Doria (PSDB). Durante meses, Bolsonaro tratou a vacina com desconfiança e chegou a chamá-la de “vacina chinesa de Doria”.

Nesta segunda-feira, durante coletiva de imprensa, o governador comemorou a vacinação da idosa.
“Quero registrar minha alegria com a notícia de que Olinda Bolsonaro acaba de receber a segunda dose da vacina do Butantan, a Coronavac, em Eldorado. A senhora está salva com a vacina do Butantan. A senhora deu um exemplo de amor à vida.”
Além de comentários lançando desconfiança sobre a Coronavac, Bolsonaro também chegou a afirmar que não compraria o imunizante.

No entanto, a vacina produzida pelo Butantan é que tem garantido o avanço da vacinação no país. Dos cerca de 8,2 milhões de brasileiros imunizados no Brasil, 70% receberam doses da Coronavac.
Bolsonaro chegou a dizer em uma live que sua mãe recebeu o imunizante de Oxford/Astrazeneca. No vídeo, ele mostrou um papel rasgado que seria a reprodução do cartão de vacina da mãe e disse que a vacinação foi usada para fazer “politicagem”.

“O cara [enfermeiro] vacinou minha mãe e foi embora. Duas horas depois o cara volta lá todo apavorado, chama lá a pessoa que acompanha minha mãe, pega o cartão de vacina dela, que é este aqui e rasga. E entrega para minha mãe o cartão escrito embaixo ‘Butantan”, disse o presidente.
Depois do relato de Bolsonaro, a Prefeitura de Eldorado informou que abriu uma sindicância administrativa para apurar se houve erro ou mudança no cartão de vacinação. A administração municipal disse que a investigação ainda não foi concluída.

Nesta segunda, a equipe de saúde da prefeitura foi autorizada pelas filhas Vânia e Denise a registrar imagens da segunda aplicação da vacina em Olinda.

📸 Reprodução

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentarios

Comente