Cinturão das Águas do Ceará recebe aporte do Rio São Francisco nesta segunda-feira (1º)

_________

O Ministério do Desenvolvimento Regional liberou, nesta segunda-feira (1º), as águas do Eixo Norte do projeto de integração do Rio São Francisco para o Cinturão das Águas do Ceará (CAC). A abertura das comportas atende demanda feita na última semana pelo governo do estado e tem como objetivo garantir água para abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza e permitir testes na estrutura da CAC entre os reservatórios Jati e Castanhão.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

“É um sonho para todos os cearenses, que, na verdade, esse dia de hoje é o dia em que o Ceará de verdade está recebendo as águas tão sonhadas do Rio São Francisco. Hoje nós iremos abrir a comporta já com o canal concluído até o trecho do quilômetro 53 e essa água vai percorrer 300 quilômetros de rio, percorrendo o Riacho Seco, o Rio Batateiras, o Rio Salgado, Jaguaribe, até chegar ao açude Castanhão. Então é realmente um momento histórico que há séculos é esperado pelos cearenses”, disse Yuri Castro de Oliveira, superintendente de Obras Hidráulicas do Ceará.

De acordo com o planejamento estadual, as águas sairão do reservatório Jati pela estrutura do CAC, chegarão ao leito do Riacho Seco e depois passarão pelo Rio Batateiras, que desce do município do Crato. Em seguida, passam pelo Rio dos Porcos, que as levará até o Rio Salgado, desaguando no Rio Jaguaribe até chegar ao reservatório Castanhão, que abastece a capital cearense e cidades próximas.

Os primeiros testes no CAC ocorreram em agosto de 2020. Até o momento, o Governo Federal já repassou R$ 1,18 bilhão para o Cinturão das Águas do Ceará, que tem 65,41% de execução da obra.

A solicitação feita pelo governo do Ceará visa garantir a segurança hídrica para o abastecimento de aproximadamente 4 milhões de pessoas da Região Metropolitana de Fortaleza. Atualmente, o Ceará conta apenas com 13,8% do volume disponível do Sistema Integrado Jaguaribe. O Reservatório Jati tinha água disponível para a realização dos testes desde agosto de 2020.

Projeto São Francisco

Com 477 quilômetros de extensão, o Projeto de Integração do Rio São Francisco é o maior empreendimento hídrico do Brasil. Quando todas as estruturas e sistemas complementares nos estados estiverem em operação, cerca de 12 milhões de pessoas serão beneficiadas em 390 municípios de Pernambuco, da Paraíba, do Ceará e do Rio Grande do Norte.

📸 Nívia Uchoa/Governo do Ceará

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal G1 CE

Comentarios

Comente