Homem mata os pais a facadas e fere a irmã

_________

A Polícia Civil  investiga um duplo homicídio registrado na manhã desta quarta-feira (24/2). De acordo com informações preliminares, Marcelo Ribeiro Gonçalves Ferreira, 38 anos, matou a facadas os pais, Leila Ribeiro Gonçalves Ferreira, 71, e Rubem Luiz Correa Ferreira, 73, e feriu a irmã, Luciana Ferreira Garcia, 53. O crime aconteceu no Edifício Atrium, na Rua 19 Sul, às 10h35, em Aguas Claras, no Distrito Federal.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), acreditava-se, a princípio, que o chamado seria para atendimento de uma ocorrência de violência doméstica, mas, quando os PMs chegaram ao local, encontraram os corpos – um deles estava na sala, e o outro, no corredor. Os vizinhos acionaram a corporação após ouvirem barulho de briga. O porteiro também escutou os gritos de socorro, subiu ao segundo andar do prédio, viu a cena do crime e passou mal.

A irmã do acusado foi levada ao pronto-socorro do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) pelo marido. Marcelo também recebeu atendimento no HRT, pois ficou com as mãos e os pés feridos.

Um sargento da PMDF contou que o criminoso não esboçou reação quando recebeu voz de prisão. Ele estaria com as mãos sangrando e deitado no sofá. “Ele ficou estático. Não disse nada, nem esboçou reação”, contou.

O caso será investigado pela 21ª Delegacia de Polícia (Pistão Sul). “Temos uma equipe no local preservando a cena do crime até a chegada da perícia. Também estamos acompanhando o atendimento do homem no hospital. Ele foi preso em flagrante e ainda será conduzido à delegacia. Ainda hoje devemos ouvir a testemunha do crime, a irmã. As investigações seguem no sentido de apurar a motivação e a dinâmica dos fatos. Mas não temos dúvidas com relação à autoria”, afirmou o delegado-chefe da 21ª DP, Alexandre Gratão.

Cena chocante
Embora o suspeito tenha apresentado um comportamento “estranho”, o militar disse que não sabe identificar se ele estava em surto, ou sob efeito de drogas ou alguma medicação. “Chegou a nós a informação de que ele estaria em aparente surto, mas só os especialistas podem confirmar.”

Ainda de acordo com o sargento, a cena do local é chocante. “A faca usada no crime ficou cravada no pescoço do pai”, descreveu.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Hugo Barreto / Metropoles

Comentarios

Comente