Aos 101 anos, idosa envia currículo para empresa: ‘Só queria ajudar um pouco’

_________

A equipe de recrutamento de uma empresa em Promissão, no interior de São Paulo, surpreendeu-se ao receber o currículo de uma idosa de 101 anos de idade. A candidata era dona Maria Cardoso, que se aplicou a uma vaga para auxiliar de escritório.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

De acordo com a bisneta de Maria Cardoso, Pâmela Cristina Matias Gomes, a matriarca da família via todos saírem para trabalhar e brincava que gostaria de ir também. 

“A família é bem grande, a maioria trabalha em um frigorifico da cidade. Quando a gente se despede para ir ao trabalho, ela pedia para levar o currículo dela. Até que minha tia decidiu fazer e eu levei para o RH da empresa. Pela idade, ela disse que preferia trabalhar no escritório, mas no fim foi uma grande brincadeira”, explica a bisneta.

Mãe de cinco filhos, 17 netos, 27 bisnetos e 18 tataranetos, Maria Cardoso é aposentada e sua experiência de trabalho é na área rural. A idosa disse à CNN que gostaria de trabalhar para ter sua independência, poder comprar vinhos e carne. 

A ação surpreendeu a analista de seleção e atração da empresa, Juliana Araujo, que resolveu divulgar o fato em suas redes sociais, com o intuito de levar uma mensagem positiva, de superação, aos amigos. 

“Na hora que eu abri e vi a foto dela, achei lindo e decidi compartilhar com meus amigos, não tive nenhuma intenção de viralizar. Fez tão bem para mim aquela atitude dela, a garra, pela idade, e ela forte e firme, empoderada, querendo ser dona de si, sem depender de ninguém, achei um exemplo fantástico”, disse a recrutadora. 

Ela explica que a idade avançada de dona Maria provavelmente impossibilite uma contratação em tempos de pandemia, mas, ela foi convidada para conhecer a empresa assim que possível e, tem recebido cartas e presentes de diversas pessoas. 

“Ela está uma celebridade aqui na cidade, muitas empresas estão me ligando e pedindo o contato dela. Em nenhum momento a familia quer que ela trabalhe, eles cuidam muito bem dela, seria mais para ela saber a diferença que ela fez na vida das pessoas, saber a importância da atitude dela, se sentir amada e valorizada”, afirma Juliana.  

A filha de Maria disse à CNN que ela gosta de tomar vinho todos os dias, mas, que o orçamento da família só permitia que ela comprasse uma garrafa no fim do mês. 
“Estou muito feliz, bastante surpresa com a repercussão. Só queria trabalhar para ajudar um pouco”, conta a senhora. “Ela está muito feliz, está vendo as cartinhas, ganhou alguns vinhos, ela queria ser independente para comprar as próprias coisas”, acrescenta a bisneta. 

📸 Arquivo Pessoal

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: CNN Brasil

Comentarios

Comente