Maia afirma que vai deixar o DEM para fazer oposição a Bolsonaro

_________

Ex-presidente da Câmara disse ter sido “traído” por ACM Neto na disputa que elegeu seu sucessor no comando da Casa Legislativa

Uma semana após sofrer uma derrota na tentativa de eleger seu sucessor para a presidência da Câmara, o deputado federal Rodrigo Maia (DEM-AP) disse que foi “traído” pelo presidente do DEM, ACM Neto, e afirmou que vai deixar a sigla.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

“Vou pedir minha saída no TSE, não tenho dez anos. Não vou brigar com ninguém. Estou fazendo crítica política. Hoje posso dizer que sou oposição ao presidente Bolsonaro. Quando era presidente da Câmara, não podia”, afirmou em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Leia mais: Bolsonaro determina articulação extra no combate à covid-19

Ele afirma que buscará por um partido que faça oposição ao governo para “dormir tranquilo”. “Não quero participar de um projeto que respalda todos os atos antidemocráticos”, reforçou Maia.

As manifestações de Maia surgem após a Executiva do DEM desembarcar do bloco de apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara. Rossi havia sido escolhido por Maia para a disputa do pleito.

Passageiros reclamam de aglomerações em transporte público no Cariri

Publicado por Cariri, como eu vejo. em Segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte R7

Comentarios

Comente