Ciopaer realiza três aeromédicos de pacientes em menos de 24 horas

_________

Três pacientes que necessitavam de transporte para unidades de saúde de alta complexidade foram beneficiados pela agilidade e destreza dos tripulantes da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Aeronaves de última geração com tecnologia embarcada para esse tipo de serviço médico foram mobilizadas entre a tarde da sexta-feira (5) e a manhã de sábado (6). Os pacientes partiram de Sobral e Araripe com destino a hospitais de Fortaleza e Quixeramobim para continuar o tratamento médico.

Dois recém-nascidos de 2 e 3 dias saíram pela manhã de Sobral em direção a hospital localizados em Fortaleza e Quixeramobim. Ambos nasceram na Santa Casa de Sobral prematuros e necessitavam de cuidados especiais. Na sexta, por volta das 14 horas, o primeiro recém-nascido fez um deslocamento na Fênix 09 de uma hora até dar entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Maternidade Zilda Arns (Hospital da Mulher), em Fortaleza.

No sábado, por volta das 10h30min, foi a vez do segundo recém-nascido embarcar na mesma aeronave para ir em direção ao Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. O paciente apresentava insuficiência respiratória em razão da prematuridade.

Também na manhã de sábado, uma menina de 11 anos, acometida de meningoencefalite, um processo inflamatório que afeta o cérebro e as meninges, foi transferida da cidade de Araripe com destino ao Hospital Infantil Albert Sabin, em Fortaleza, para continuar o tratamento médico. O deslocamento foi realizado na Fênix 06, baseada no município de Juazeiro do Norte.
O trajeto na aeronave durou 2 horas e 40 minutos. Se a família tivesse que ir via terrestre, a viagem duraria cerca de 7h12min para completar os 520 quilômetros que separam a cidade do Cariri cearense até a Capital do Estado.

Graças às condições das aeronaves e dos equipamentos embarcados nelas, bem como dos profissionais do aeromédico, formado por médicos, enfermeiros da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e profissionais das vinculadas da SSPDS, os deslocamentos foram realizados dentro do esperado e os pacientes seguem em tratamento.

Referência nacional

Equipada com uma das mais modernas frotas do Brasil, a Ciopaer possui quatro aeronaves com capacidade de configuração para UTI aérea e detêm modernos equipamentos, entre eles incubadoras de transportes de recém-nascidos, ventilador pulmonar, bombas de infusão, entre outros. Tudo isso devidamente acoplado aos suportes mecânicos e eletrônicos da aeronave, no intuito de oferecer uma assistência adequada aos transportados.

Duas aeronaves possuem UTIs embarcadas e são utilizadas para diversos trajetos para o atendimento aeromédico no Estado. Outros dois modelos H135, embarcados com equipamentos portáteis/móveis, também estão habilitados para realizar o serviço que salva vidas e encurta o tempo de socorro do traslado entre hospitais dentro do território cearense.

📸 Ascom SSPDS

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Governo do Ceará

Comentarios

Deixe o seu comentário