Prefeitura de Quixadá diz que vídeo com seringa vazia usada em vacinação contra Covid foi editado

_________

A Prefeitura de Quixadá afirmou, em nota, que não é verdade que as seringas utilizadas para a imunização contra a Covid-19 estariam vazias durante a campanha de vacinação no município. Segundo a gestão, o vídeo, que circula nas redes sociais mostrando uma profissional de saúde recebendo uma injeção supostamente sem a dose do imunizante, foi alterado. 

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

As imagens têm sido compartilhadas por influenciadores digitais locais. O executivo informou que a Procuradoria Geral de Quixadá já apresentou uma denúncia à Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Quixadá e ao Ministério Público do Estado, além de comunicar ao portal AntiFake, mantido pelo Governo do Ceará. 
Em nota, a prefeitura afirma ainda que serão tomadas medidas judiciais contra as pessoas que estão divulgando o conteúdo falso. No texto, o município disse que “lamenta a postura dos responsáveis envolvidos na produção dessa fake News e repudia todo e qualquer ato que prejudique a conscientização da população no que se refere à política de imunização executada para combater a pandemia em Quixadá e salvar vidas”. 

“São graves mentiras que podem prejudicar substancialmente o rendimento do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contra a Covid-19”, complementou. 
Por telefone, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que “a Polícia Civil recebeu a denúncia e está apurando”. Já o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) afirmou, por meio de nota, que não recebeu nenhuma denúncia “sobre a suposta vacinação feita com uma seringa vazia”.

Através da 3ª Promotoria de Justiça de Quixadá, o órgão esclarece ainda que “requisitou à Prefeitura de Quixadá informações acerca de quem já foi efetivamente vacinado no Município e em qual enquadramento da lista de prioridades, divulgada pelo Ministério da Saúde, as pessoas vacinadas estão”.

Foto: Reprodução

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Diário do Nordeste

Comentarios

Comente