Praça Luíza Távora recebe mapeamento de flora e pontos históricos em parceria com o IFCE Crato

_________

Com o objetivo de ampliar o conhecimento como estímulo à conservação da Praça Luíza Távora, o Governo do Ceará, através da Central de Artesanato do Ceará (CeArt) firmou parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) do Crato.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Com o projeto Ecomapss, a flora e os pontos históricos da praça foram sinalizados com placas com QR Code que contam a história e as principais informações dos pontos. Para acessar, basta baixar o aplicativo Ecomapss, disponível para Android e iOS.

Desenvolvida por professores e estudantes do IFCE, a ferramenta mapeou 28 pontos da praça, sendo 22 árvores e seis locais históricos, dentre eles, o vagão e a CeArt. Segundo a titular da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos, Socorro França, “a aposta é fazer com que o vínculo dos frequentadores com a Praça seja fortalecido através do conhecimento. Dessa forma, queremos estimular as pessoas a cuidarem e preservarem melhor a natureza da Praça e os nossos pontos históricos”.

A ação chega somando a uma série de investimentos que vêm sendo destinados à Praça, como pontua a coordenadora da CeArt, Patricia Liebmann: “Temos nos esforçado no sentido de tornar os espaços mais acolhedores para as famílias. Nesse ano, apesar da pausa durante a pandemia, seguimos revitalizando os castelinhos, o nosso vagão e reformando a loja CeArt para que a experiência da visita seja cada vez melhor”.

Além da Praça Luíza Távora, nessa visita a Fortaleza o grupo mapeou o Parque Botânico da cidade e realizou manutenção na sinalização já instalada no Parque do Cocó.

“De forma conjunta e usando a tecnologia, estamos trabalhamos a educação ambiental e a preservação histórica de pontos importantes do estado, e ficamos felizes por essa nova parceria com a Praça Luíza Távora”, conta o idealizador do projeto, professor Gauberto Barros.

O Ecomapss

Cada ponto mapeado pela equipe do aplicativo recebe uma placa de identificação com um código QR, que dá acesso a informações sobre fauna, flora e outros pontos de interesse dos lugares.

O download do aplicativo é gratuito, e para usar basta apontar a câmera do smartphone para os códigos nas placas, que também contam com informações em braille e sonorização de libras.

Ao todo, o Ecomapss está em nove pontos turísticos do Ceará: Parque do Cocó e Sítio Curió, em Fortaleza; Parque Estadual Sítio Fundão, no Crato; Águas Emendadas, em Tauá; Parque Botânico, em Caucaia; Praça Luíza Távora, em Fortaleza; nos geossítios Pontal de Santa Cruz e Pedra Cariri, em Santana do Cariri; e Ponte de Pedra, em Nova Olinda.

Foto: Ascom SPS

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Governo do Ceará

Comentarios

Comente