Projeto arquitetônico no Cariri é premiado na 7ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2020

_________

O projeto arquitetônico da Academia-Escola do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (Unileão) foi premiado na 7ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2020.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

A divulgação dos projetos indicados e dos premiados com viagem ao Japão foi feita no último sábado (21) pela organização do evento.
“Gostaria de parabenizar o escritório Lins Arquitetos Associados por entender a nossa missão e traduzir a nossa qualidade em estrutura que engrandece o Cariri e o interior do Ceará”, comenta o prof. Jaime Romero, reitor da Unileão.

Foram premiados, entre quase 250 trabalhos inscritos, os seguintes projetos: a Academia-Escola da Unileão (Lins Arquitetos Associados), a Estação Antártica Comandante Ferraz (Estúdio 41 Arquitetura) e a Requalificação da Colina Sagrada do Bonfim (Sotero Arquitetos).

“Nos sentimos muito felizes e honrados de termos sido um dos três premiados na 7ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel. É muito importante pela relevância do prêmio e, também, pela representatividade.

Gostaríamos de agradecer a todas as pessoas que fizeram parte da nossa trajetória até aqui. Seguimos buscando produzir uma arquitetura de qualidade e que esteja de acordo com o local que ela está inserida. A todos, muito obrigada”, celebra a arquiteta Cintia Lins, uma das responsáveis pelo projeto da Academia-Escola da Unileão.

“Esse ano, o prêmio recebeu 246 inscrições de projetos, representando a diversidade da produção arquitetônica brasileira e o júri fez uma seleção criteriosa para chegar ao resultado final”, observa a integrante do júri da 7ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2020 Elisabete França.

Para o presidente da AkzoNobel América do Sul, Daniel Geiger Campos, a arquitetura é uma área que está intimamente ligada à construção de um novo futuro. “Esse é um momento onde a arquitetura talvez nunca tenha sido tão importante para esculpir um novo futuro, um futuro que a gente espera ser mais justo, de mais participação e de melhor convivência e uso do espaço público. Os projetos aqui selecionados e premiados mostram isso e por isso eu acho que, mais do que nunca, esse prêmio traz para a sociedade uma boa reflexão sobre o que queremos ser no futuro”, frisa.

Projetos inscritos na 7ª edição do Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel 2020

No total, foram inscritos 246 projetos provenientes de 14 estados brasileiros e do Distrito Federal. Entre os selecionados, há obras localizadas no Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Ilha de Rei George (Antártica). A seleção foi feita por um júri formado pelos arquitetos Diego Mauro, Elisabete França, Fernando Túlio, Juliana Braga e Pedro Varella.
Os projetos selecionados participam da exposição na sede do Instituto Tomie Ohtake, de 21 de novembro de 2020 a 7 de fevereiro de 2021, formato e datas que podem sofrer alterações em virtude dos impactos causados pela pandemia do novo coronavírus.

Sobre o Prêmio

O Prêmio de Arquitetura Instituto Tomie Ohtake AkzoNobel busca reconhecer as produções arquitetônicas de destaque na cena contemporânea brasileira, valorizando as formas inovadoras de pensar e construir o espaço social, contribuindo, assim, com o desenho do panorama atual da arquitetura nacional nos seus mais variados contextos.

Foto: Divulgação

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal Badalo

Comentarios

Comente