Criança acha dinossauro de brinquedo perdido no DF e devolve ao dono com bilhete: ‘Dei banho e passei perfume’

Os pais do pequeno Erik Taitson, de 3 anos, foram surpreendidos na última semana com um bilhete e um embrulho na portaria do prédio onde moram, na Asa Norte, em Brasília. Dentro de uma sacola deixada na recepção, estava um dinossauro de brinquedo perdido pelo filho no parquinho da vizinhança. O boneco veio acompanhado de um bilhete escrito à mão com letra infantil.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

“Encontrei seu dinossauro enterrado na areia. Levei ele pra casa, dei banho nele e passei perfume”, dizia o texto.

A autora é Yasmin de Alcântara, de oito anos. Ela devolveu o brinquedo após ver a busca da família pelo boneco na vizinhança. A mãe, Raquel Taitson, e o pai do garoto colaram um cartaz no parquinho, pedindo que quem encontrasse o dinossauro o levasse até a recepção do condomínio.

“Quando eu perco um brinquedo, eu fico triste. Ele também deve ter ficado”, diz a menina

Caça ao dinossauro

O caso ocorreu na última quinta-feira (16), quando a busca pelo brinquedo já durava cerca de 10 dias. Apaixonado por dinossauros e entendido do assunto, Erik chama o boneco pelo nome da espécie: estegossauro, reconhecido por espinhos nas costas e o preferido de sua coleção de miniaturas. Segundo os pais, o boneco perdido é parte de uma família de dinossauros “adotada” pelo menino.

Raquel Taitson, conta que a família procurou intensamente pelo estegossauro. “Só demos falta dele depois que ele voltou [da brincadeira]. O pai dele até foi ao parque no mesmo dia, de lanterna, porque já estava escuro”, conta.
Como Erik sentiu falta do brinquedo, a alternativa foi colar o cartaz, que deu certo. “Quando vi o bilhete, achei tão fofo, e fiquei querendo descobrir quem tinha devolvido”.

“Eu pedi para olhar a câmera de segurança do prédio, e vimos ela deixando o dinossauro na portaria”, afirma.

Dinossauro enterrado

Yasmin conta que encontrou o dinossauro enquanto brincava. “Estava brincando no parquinho e tropecei em alguma coisa pontuda. Aí eu escavei e vi que era um dinossauro”, conta a menina.
Ela destaca que procurou o dono, mas não encontrou. Então, levou o boneco para casa. A mãe de Yasmin, Denise Aparecida, diz que a filha dava banho no brinquedo todos os dias. “Depois que ela viu o cartaz, fez o bilhete e me avisou que estava indo devolver”, conta.
Erik gravou um vídeo de agradecimento à Yasmin. “Obrigado por achar meu dinossauro e passar perfume nele

Foto: Arquivo pessoal

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal G1

Comentarios

Comente