Ceará registra 50 acidentes e sete mortes em rodovias durante feriadão de Nossa Senhora Aparecida

O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida contabilizou 50 acidentes e sete mortes, entre 0h da última sexta-feira (9) e o fim da noite da segunda-feira (12), nas rodovias estaduais e federais do Ceará.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Os dados são da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar do Ceará, através do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), divulgados nesta terça-feira (13).

A operação do BPRE registrou 26 acidentes nas rodovias estaduais, o que, de acordo com o tenente-coronel Holanda, comandante do Batalhão, é um saldo positivo.

“Nas estradas estaduais o feriadão foi considerado positivo pela PRE, o número de acidentes caiu [comparado ao feriado passado], assim como o número de pessoas que morreram em decorrência desses acidentes”, declara o Coronel. Foram registradas quatro mortes nas CE’s, e, destas, três vítimas eram motociclistas.

“Resolvemos posicionar o nosso efetivo em locais estratégicos, de acordo com dados estatísticos do nosso batalhão preocupados com a acidentalidade.

E procuramos, através disso, aumentar a sensação de segurança da população durante seu trajeto até seu destino, e com isso minimizar os acidentes. Para nossa felicidade, tivemos uma redução desses índices de acidentes em torno de 16%, em relação ao 7 de Setembro”, explica Holanda.

Quanto às rodovias federais, foram contabilizados 24 acidentes onde 30 pessoas ficaram feridas e três morreram, segundo a PRF.

Comparado ao feriado anterior, houve um aumento de 9% em comparação com o último feriadão, em setembro, que contabilizou 22 acidentes. Porém, o número de mortes continua o mesmo. A operação fiscalizou 6.400 pessoas e 7.300 veículos, e foram registradas 1.919 infrações
O número de ultrapassagens proibidas também chamou atenção durante esse feriado, 380, apesar de menos registros do que o feriado passado que teve 471.

Levando em consideração as 96 horas de operação, foram cerca de 4 ultrapassagens proibidas por hora, nas BR’s.

Infrações por alcoolemia

De acordo com o Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), a principal preocupação foi quanto ao crime de embriaguez no volante. Foram feitos seis flagrantes de alcoolemia grave, considerada crime, nas estradas estaduais.

Já nas rodovias federais, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), três motoristas foram presos pelo mesmo crime.
Segundo o tenente-coronel Holanda, o salto no registro de infrações por alcoolemia necessita de atenção.

“Nesse grande feriadão tivemos seis flagrantes com base no Artigo 306, do Código de Trânsito Brasileiro, que é justamente aquele condutor que dirige sob efeito do álcool e quando é feita a aferição, o álcool deu acima de 0.33mg/l”, aponta.

Nas rodovias federais, além dos três motoristas presos em razão do crime de embriaguez no trânsito, outros 15 foram autuados por embriaguez e 142 testes de alcoolemia foram feitos.

Foto: PRF/Divulgação

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Portal G1 CE

Comentarios

Comente