Com alta de 300% na bolsa, chinesa CanSino entrará na fase 3 de testes da vacina

A corrida pelo desenvolvimento de uma vacina para o novo coronavírus está prestes a ganhar mais um candidato que vai entrar na terceira e última fase de testes: a CanSino, empresa chinesa de biotecnologia, vai começar os testes com cerca de 5 mil pessoas na Arábia Sudita em breve.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

A informação foi passada neste domingo (9) por um porta-voz do ministério da saúde saudita.

A divulgação tem o potencial de reverter a recente queda das ações da companhia, que perderam 15% do valor em agosto na bolsa de Hong Kong. No acumulado do ano, a alta é superior a 300%.

A corrida pela vacina se tornou um dos principais determinantes para a valorização dos mercados globais nos últimos meses, na medida em que pode acelerar a recuperação da economia.

No mês passado, a CanSino Biologics divulgou que estava em negociações com governos do Brasil, do Chile e da Rússia (além do da Arábia Saudita) para começar a terceira fase de testes de sua vacina candidata, chamada de Ad5-nCOV.

Essa vacina utiliza um um adenovírus inofensivo para carregar material genético do novo coronavírus, com o objetivo de induzir o sistema imunológico do paciente a reconhecê-lo e produzir anticorpos.

A vacina, que está sendo desenvolvida em parceria com a unidades de pesquisas da China, já apresentou resultados promissores em etapa anterior de testes, segundo pesquisadores.

A candidata da CanSino foi a primeira desenvolvida pela China a iniciar testes em human

os, em março, mas desde então foi superada em termos de estágio do processo pela vacina da Sinovac Biotech.

(Com Reuters)

Foto: Dado Ruvic – 10.abr.2020 / Reuters

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: CNN Brasil

Comentarios

Comente