Polícia conclui inquérito e Felipe Prior não é indiciado por estupro

O inquérito policial que apurou as denúncias de estupro e tentativa de estupro contra o ex-BBB Felipe Prior foi concluído nesta terça-feira (4). Prior não foi indiciado. A decisão é da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo. A investigação policial foi enviada ao Ministério Público.
A defesa do ex-participante do reality da Globo disse em nota que “sempre acreditou que a inocência de Felipe Prior iria se sobrepor a qualquer outra circunstância no curso das investigações”.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Ainda segundo o posicionamento, “o trabalho criterioso e responsável da delegada, Maria Valéria Pereira Novaes, e sua equipe, permitiu que o acusado apresentasse as provas necessárias e imprescindíveis durante o inquérito policial. O que nós esperamos agora é que o caso seja encerrado para que a justiça se restabeleça e o Felipe Prior retome o curso normal de sua vida.”

As acusações contra Prior foram feitas em reportagem da revista Marie Claire. Sob sigilo, duas mulheres compartilharam relatos com a revista de dois supostos estupros praticados por Prior em jogos universitários no interior paulista entre 2014 e 2018.

Outra relatou também uma tentativa de estupro no mesmo evento: o InterFAU, competição esportiva entre faculdades de arquitetura do estado de São Paulo. Prior é formado no curso pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

A advogada que protocolou a denúncia ainda não se manifestou

Foto: Reprodução/ Google

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Veja SP

Comentarios

Comente