Com 99 novos registros em 24 horas, Ceará chega a 638 mortes por Covid-19

_________

As mortes causadas pelo coronavírus no Ceará alcançaram mais um número alarmante. Neste sábado (2), conforme dados da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), na plataforma IntegraSUS, às 17h16, foram registrados 638 óbitos. No boletim de 17h de sexta-feira (1º), eram contabilizadas 539 — o que aponta o aumento de 99 registros em 24 horas. O primeiro final de semana de maio também segue com aumento no número de pacientes diagnosticados com Covid-19 no Estado, sendo 8.309 casos da doença.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fortaleza, epicentro da contaminação pelo vírus no estado, também registra aumento de pacientes contaminados, com 6.353 diagnósticos e 498 mortes em decorrência da Covid-19. Caucaia e Maracanaú, na Região Metropolitana, vêm em seguida com 307 e 165 casos positivos, respectivamente. Os registros seguem em 149 cidades cearenses. A letalidade da doença é acumulada em 7,7%.

Nesta sexta-feira, feriado do Dia do Trabalhador, o estado ultrapassou o patamar dos 500 óbitos e chegou a marca de 8 mil casos da doença.

O governador Camilo Santana anunciou a prorrogação do decreto que impede a formação de aglomerações e a realização de atividades consideradas não essenciais no estado. O governador fez o anúncio em coletiva realizada na noite desta sexta no Palácio da Abolição ao lado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT).

“Estamos aqui discutindo, não só a necessidade, que com certeza faremos, da prorrogação do decreto que vence na próxima terça-feira, mas estamos avaliando a necessidade de endurecermos as medidas aqui na capital, aqui em Fortaleza”, disse.

A medida que estabelece o isolamento social e o fechamento de alguns negócios no Ceará já havia sido prorrogada por três vezes. Se confirmado, este será portanto o quarto adiamento do fim do decreto para diminuir a transmissão do novo coronavírus no estado.

Contágio em ascensão

Camilo Santana pontuou ainda que a velocidade de contágio do coronavírus no momento é maior que a capacidade de atendimento. Nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA), a operação ocorre com mais de 100% da capacidade de atendimento. De acordo com ele, até o fim da próxima semana serão implantados mais 100 leitos de UTI na Capital. Para isso estão sendo trazidos judicialmente 28 respiradores.

Foto: Divulgação/Governo do Ceará

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Diário do Nordeste

Comentarios

Comente