Pessoas passam mais de 24 horas em fila para sacar auxílio emergencial na Caixa em Fortaleza

_________

Dezenas de pessoas completaram mais de 24 horas em uma fila formada na calçada da agência da Caixa Econômica Federal no bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza, na manhã desta quinta-feira (30). O objetivo delas é receber os R$ 600 do auxílio emergencial disponibilizado pelo governo federal durante a pandemia do novo coronavírus. Na unidade são distribuídas 200 senhas por dia. Elas são entregues por volta das 8h30. Quando termina a entrega, quem não recebe, permanece na fila para conseguir atendimento no dia seguinte. Assim, quem chegou ainda na madrugada da quarta (29), continuou na fila.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Na manhã desta quinta-feira (30), quarto dia dos saques, a fila dobrava o quarteirão da agência. Muitos contribuintes, incluindo idosos, não usavam máscaras de proteção contra a Covid-19, nem respeitavam a distância mínima de uma pessoa para outra. Na calçada próximo à agência, as pessoas se acomodaram sentadas em cadeiras ou mesmo deitadas em colchões e papelões. Algumas pessoasestavam de máscaras. No entanto, a maioria dos que estavam lá não as usavam, o que aumenta o risco de contaminação pelo vírus.

Para complicar a situação, choveu durnate a noite e madrugada na Capital. “Não podemos fazer nada. Estamos aqui porque precisamos. É uma necessidade”, afirmou um homem que chegou ainda na madrugada de quarta, mas não se identificou.

Saques liberados

A Caixa começou a liberar nesta segunda-feira, 27, os saques em dinheiro dos recursos do auxílio emergencial depositados nas poupanças digitais do banco. Esses depósitos foram feitos para os beneficiários que não recebem Bolsa Família nem têm conta em outro banco.

A liberação de saques em dinheiro segue um calendário que depende da data de nascimento do beneficiário, que vai desta segunda até 5 de maio.

Para quem ainda não teve o saque liberado em dinheiro, mas já teve a quantia depositada na poupança digital, os recursos podem ser usados de forma digital, para o pagamento de faturas ou usando código de barras, e para transferência para contas de outros bancos.

A limitação só vale para quem está recebendo o auxílio pela poupança digital criada pela Caixa.

Quem indicou conta bancária anterior ou vai receber os R$ 600 em substituição ao Bolsa Família não tem restrição para saque.

Segundo a Caixa, o calendário de saques é uma medida de prevenção contra a pandemia de covid-19.

O objetivo é de “evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio”.

Confira o calendário de saques:

27 de abril: pessoas que nasceram em janeiro e fevereiro;
28 de abril: nascidos em março e abril;
29 de abril: nascidos em maio e junho;
30 de abril: nascidos em julho e agosto;
4 de maio: nascidos em setembro e outubro;
5 de maio: nascidos em novembro e dezembro.
Os trabalhadores poderão sacar o auxílio nos caixas eletrônicos e casas lotéricas de todo o País, sem a necessidade de usar um cartão. Porém, será preciso solicitar a retirada por meio do aplicativo Caixa TEM.

Até o momento, não foi informada nenhuma outra forma de solicitar o saque.

Hallison Ferreira/Sistema Verdes Mares

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

Fonte: Diário do Nordeste

Comentarios

Comente