Mais de 600 periquitos com risco de extinção foram encontrados no Maciço de Baturité

Um grupo de pesquisadores encontraram 657 periquitos que estavam com risco gravíssimo de extinção no Maciço de Baturité, localizado na região do Sertão Central do Ceará.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

A área é uma das mais importantes da Mata Úmida do Estado. Pelas características naturais, é um ambiente propício para o desenvolvimento da fauna e flora típicas da região, como o periquito cara-suja.

--------------- PUBLICIDADE ---------------

-------------------CCEV-------------------

O pássaro, que já chegou a ocupar territórios entre o Ceará e Alagoas, hoje se concentra apenas em cidades cearenses, principalmente nos municípios de Quixadá e Baturité, onde há um maior número da espécie.

Para tentar reintegrar a espécie em territórios que já abrigaram o pássaro, parcerias estão sendo realizadas com o Parque das Aves, no Paraná. Em junho deste ano, doze periquitos cara-sujas foram enviados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama) no Ceará para o parque de exposição das aves no Estado do Sul.

Anualmente, um grupo de voluntários, pesquisadores e biólogos da organização não governamental (ONG) Aquasis realiza o censo dos pássaros na Serra do Baturité. No último fim de semana, foram mapeados 147 pontos com a ajuda de 158 voluntários. Os dados coletados são fundamentais para avaliação do status de ameaça da espécie.

via Ceará Agora

Comentarios

Comente